azeIan e Íris são irmãos muito unidos. Desde a morte dos pais, eles tiveram que aprender a se virar para conseguir o que quisessem na vida. Íris está prestes a se formar na faculdade quando descobre que está grávida e Ian fica emocionado com a possibilidade de se tornar tio. Ele quer poder dar à criança um futuro que ele mesmo nunca teve a possibilidade de imaginar. Ian se depara com uma oportunidade única de realizar esse sonho quando conhece a produtora do reality show “Novos Pais”, que mostra a rotina de jovens mães e pais lidando com a gravidez precoce, ela lhe oferece um grande cachê para participar do programa ao lado de sua namorada.

Contudo, Ian aceitou impulsivamente e sem namorada, muito menos grávida, então convida a colega de classe Emília para participar e dividir o dinheiro. A garota, que já enfrenta vários problemas familiares com a mãe, aceita. Ian e Emília precisam inventar uma série de mentiras para se manterem no programa e realizar tantos de seus sonhos que somente o dinheiro paga.

A narrativa atrai o leitor permitindo que relaxe com o humor inicial da trama. Entretanto, quanto mais a história progride, mais trágica ela fica, mais problemas vão surgindo, ao ponto de ao final do livro já ser considerado um drama ao invés de “um romance” como está escrito na capa. Isto se dá principalmente pela perda de foco após a segunda metade da obra. Íris, cujo bebê começa já está do tamanho de uma azeitona, daí o título, fica deixada de lado por grande parte da história, por exemplo, apesar de ela ser uma peça chave para tudo que está ocorrendo.

O que era uma história divertida sobre as encrencas e confusões que dois adolescentes se meteram, se torna o compartilhamento de uma dor profunda abordando questões econômicas e problemas familiares. Outro lado positivo do livro são as constantes surpresas. O autor força o leitor a especular acerca de certos temas, os quais parecem óbvios na hora, mas que são ilusões de uma mente acostumada com histórias clichês.

Falando em romances triviais, este certamente não é um deles, o conteúdo e os personagens são bastante originais e encantam o público com seu desenvolvimento. É uma pena que alguns dos personagens sejam introduzidos tão tarde na trama, mas certamente foram explorados ao máximo durante o período em que estiveram presentes. O protagonista Ian é muito mais cativante que sua parceira Emília, principalmente porque o primeiro é movido pelo amor a sua família, enquanto a segunda é movida pela dor que sua mãe lhe causa diariamente.

Escrito pelo Youtuber dono do canal de comédia Bubarim, Bruno Miranda, o livro reflete bastante de sua personalidade nos vídeos, é engraçado sem ser pretensioso e um pouco dramático demais por vezes. No geral “Azeitona” apresenta personagens cativantes, um enredo divertido, que apesar de se tornar um drama, faz a transição lenta e de modo quase imperceptível. É um conto amoroso, dramático e querido não só pelos fãs de Bruno, como também por aqueles que apreciam uma boa e envolvente história.

Azeitona
Autor: Bruno Miranda
Páginas: 346
Editora: Outro Planeta

DEIXE UM COMENTÁRIO