A dupla Sara Lola BemDeu e Nina Paola BelloHombre leva ao Teatro Café Pequeno, no Leblon, uma viagem pelas vozes femininas do samba-canção das décadas de 30 a 60 na terça-feira (23). Com a colaboração artística de Miwa Yanagizawa, o espetáculo “Minhas Mulheres Tristes” faz parte do projeto “Em Trânsito”, de Sara e Nina, que consiste em transitar com o trabalho da dupla por todos os lugares, desde grandes capitais à pequenas cidades. O espetáculo traz para a atualidade um repertório de canções das décadas de 30 a 60, relembrando grandes sucessos de Dalva de Oliveira, Araci de Almeida, Dolores Duran, Linda e Dircinha Batista, Nora Ney, Carmen Costa, Maysa, Elza Soares e tantas outras.

Sara e Nina são as estrelas do espetáculo, um casal de drag queens que passa por um desentendimento e acabam compartilhando com o público muitas experiências da vida a dois. O público experimenta ao vivo os altos e baixos e as emoções de um casal bastante atípico.

“Minhas Mulheres Tristes – em trânsito” é a sequência do projeto “Minhas Mulheres Tristes – uma ode furiosa ao samba-canção”, que ficou seis meses em cartaz na Lapa em 2016. “A proposta agora é conseguir alcançar o maior número de pessoas pelo Brasil, dentro e fora dos teatros e espaços convencionais”, conta Nina.

“Somos ativistas e nosso trabalho é social, queremos conquistar diferente públicos e espectadores. Estamos trabalhando pra criar uma sociedade de mais respeito às diversidades”, completa Sara.

A linguagem da diversidade
Sara e Nina buscam levar sua arte a diversos tipos e faixa etária de público. O trabalho da dupla não se resume apenas ao show, mas também inclui a interação na conversa após a apresentação e o debate de temas diversos. É desta forma que elas inserem assuntos importantes à sociedade, trazendo à tona questões de gênero, sexualidade e respeito às diferenças de forma não óbvia. Humanizando a drag queen elas ampliam o lugar da aceitação social abrindo espaço para que outros temas permeiem a conversa.

Repertório: As músicas do show são sambas-canções e sambas das décadas de 30, 40, 50 e 60 interpretadas por grandes divas como Dalva de Oliveira, Araci de Almeida, Linda e Dircinha Batista, Maysa, Dolores Duran e Linda Rodrigues. Os arranjos e interpretações trazem uma roupagem contemporânea. Guitarras distorcidas, violões e percussões compõe uma apresentação elegante, intimista, sedutora e potente. Estão no repertório músicas como “Errei Sim”, de Ataulfo Alves, “Vingança e judiaria”, de Lupicínio Rodrigues, “Segredo e fim de comédia”, de Herivelto Martins e “Meu mundo caiu”, de Maysa, entre outras.

FOTO: LUCA AYRES
FOTO: LUCA AYRES

Serviço:
Sara Lola BemDeu e Nina Paola BelloHombre
Data: Terça-feira, dia 23 de maio
Horário: 20h
Local: Teatro Café Pequeno (Av. Ataulfo de Paiva, 269 – Leblon)
Couvert: R$40
Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/133861373826873/

Foto: Divulgação/Luca Ayres

DEIXE UM COMENTÁRIO