Com a bagagem de 24 edições gratuitas realizadas no Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Recife, O Cluster, idealizado por Carolina Herszenhut – curadora do evento -, soma mais de 300 marcas participantes e já atingiu um público de 80 mil pessoas para conferir o que os criativos brasileiros andam produzindo por aí. Ainda dentro desse somatório, a plataforma contribuiu até agora com 12 iniciativas sociais, além de apresentar mais de 70 novos chef’s da gastronomia e 50 artistas ao público em geral que já separou o seu domingo para visitar o evento.

“Comecei O Cluster para suprir uma demanda própria, porém rapidamente percebi que existia uma demanda comum nos segmentos criativos: todos precisavam canalizar e divulgar seus trabalhos. Dessa forma começamos a atuar com O Cluster, buscando preencher todos os “gaps” da indústria criativa a fim de valorizar e ajudar no crescimento desse setor. No primeiro ano já tínhamos uma lista de mais de 200 marcas querendo participar. A curadoria é importante, pois ela permite que as marcas estejam entre seus pares, possibilitando collabs, parcerias e trabalhos em conjunto, pois, dessa forma, elas se complementam. Em outros eventos o que acontecia era que havia muita mistura e as melhores marcas não se destacavam”, relembra Carolina.

Para celebrar a data de cinco anos, O Cluster realizará pela primeira vez um viradão cultural, no centro do Rio. Para isso, a plataforma ocupará nos dias 11 e 12 de novembro a Casa França Brasil e o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) com shows, mostras, DJ’s, performances artísticas, além dos expositores de moda, design, gastronomia e infantil.

Essa será a primeira vez também que O Cluster ocupará o CCBB, que receberá o Cine O Cluster, que exibirá filmes sobre moda, arte, música e gastronomia.

Marcas reconhecidas no mercado, como Insecta Shoes, Biombo, Handred, Svetlana, Benta Studio, passaram pelo O Cluster e fazem parte da história da plataforma. E das diversas iniciativas sociais, O Cluster promoveu no ano passado uma edição voltada aos refugiados que contou com a participação das Organizações Não Governamentais Cáritas, Abraço Cultural, Refoodgees e Vidas Refugiadas promovendo ações com diversos grupos de refugiados que hoje residem na cidade do Rio. Pela primeira vez a plataforma, que é gratuita, abriu espaço para arrecadar fundos que foram 100% destinados a estas organizações. Ações específicas envolvendo sustentabilidade e meio ambiente, por exemplo, acontecem a cada edição do projeto.

Ao longo dos cinco anos, O Cluster passou por diversos endereços da zona sul à zona norte da cidade do Rio de Janeiro, como a Casa da Glória, a reabertura da Casa da Marquesa de Santos- futuro museu da moda brasileira-, em São Cristóvão, bairro reconhecido como o corredor dos produtores da moda carioca. Atualmente, O Cluster realiza as edições na Casa França Brasil, no centro do Rio, além de promover curadorias de vários eventos, como a ocupação criativa INTEGRA que acontece de agosto a novembro, na Barra da Tijuca. Em Belo Horizonte, O Cluster acontece na Casa Bernardi, e em Recife, no Espinheiro.

Programação dos cinco anos O Cluster
A edição de aniversário acontecerá entre os dias 11 e 12 de novembro, sábado e domingo, na Casa França Brasil e no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) que se unem numa grande celebração totalmente gratuita pelos cinco anos da plataforma.

A Casa França Brasil apresentará, das 13h às 21h, dos dias 11 e 12, expositores de moda, gastronomia, design, cerâmica, publicações e infantil.

No sábado, dia 11, a banda Mulheres de Buço, vencedora do Prêmio Espíritu Libre Novos Sons, subirá o palco instalado dentro da Casa, preparando o terreno para o “Viradão O Cluster”.

Além dos expositores, haverá a performance artística com a curadoria de Pedro Meyer no dia 12, domingo, onde o público será convidado a interagir com os artistas convidados para desenhar as performances enquanto estão sendo exibidas pelo espaço. Haverá também uma exposição com a retrospectiva d’ O Cluster, com fotos, vídeos e depoimentos.

Ao longo dos dois dias, as carrapetas serão comandadas pelos DJ’s Janot, Boca do Trombone, Feio & Horroroso e Cau Lopez, da festa SOMM, no sábado, dia 11, e pelos DJ’s Calbuque, Ícaro e Leo Torres, Ratón, Galalau e Nado Leal, no domingo, dia 12, além dos expositores de moda, gastronomia, design, cerâmica, publicações e infantil.

O Centro Cultural Banco do Brasil recebe pela primeira vez uma ocupação da plataforma. Para celebrar a data, o espaço receberá nos Cinemas 1 e 2, dos dias 11 e 12, a 1ª Mostra Cine O Cluster. A mostra apresentará filmes que abordam moda, arte, música e gastronomia estimulando a discussão de temas atuais como empreendedorismo feminino, economia criativa, territórios urbanos e imigração. Todas as sessões são seguidas por debate.

A festa em comemoração aos 5 anos, o “Viradão O Cluster”, acontecerá no sábado, dia 11, das 21h às 3h, no espaço em frente aos dois centros culturais. O viradão contará com os DJ’s da festa Moo, Diogo Reis e Badenov, e da festa Manie Dansante, com os DJ’s Tesfon e Andrei Yurievitch. A DJ Lili Prohmann também fará parte da programação.

Para 2018, O Cluster, que já possui a sua marca consolidada, continuará explorando novos horizontes. A meta é levar o projeto para Brasília e para o sul do país.

Serviço:
O Cluster – aniversário de cinco anos
Casa França Brasil (Rua Visconde de Itaboraí, 78 – Centro, Rio de Janeiro.)
Dias 11 e 12 de novembro, das 13h às 21h.
Classificação livre.
Entrada gratuita.

1ª Mostra Cine O Cluster
Centro Cultural Banco do Brasil (Rua Primeiro de Março, 66. Centro. Sala 1.)
Dias 11 e 12 de novembro. Dia 11, sessões às 15h e às 18h, seguidas de debate. Dia 12, sessões às 14h, 16h e 18h, seguidas de debate. Capacidade: 102 lugares. Classificação: 14 anos.
Entrada gratuita.

Viradão O Cluster (festas Moo + Manie Dansante + Lili Prohmann)
Dia 11 de novembro, das 21h às 3h
Classificação: 18 anos.
Entrada gratuita.
Informações: www.ocluster.com.br

 

DEIXE UM COMENTÁRIO