O ano vai chegando ao fim e os ânimos dos fãs de música já começam a esquentar, à medida que o Lollapalooza Brasil divulga informações sobre a edição de 2018. Com Pearl Jam, Red Hot Chili Peppers e The Killers como atrações principais, o festival acontecerá nos dias 23, 24 e 25 de março de 2018 e promete atrair um grande público. Mas você já parou para pensar na possibilidade de aproveitar o festival em outro país da América Latina?

Para fãs que querem acompanhar a turnê completa de seus artistas preferidos ou para os que não poderão comparecer à edição brasileira por alguma razão, os Lollapaloozas Chile e Argentina podem ser boas opções. Até o momento, de acordo com dados da StubHub, a maior plataforma de intercâmbio de ingressos do mundo, de todos os ingressos comprados pelos brasileiros para as edições do Lollapalooza 2018 na América Latina, 9% foram para os eventos do Chile e da Argentina, enquanto cerca de 91% foram vendidos para a edição do Brasil. A recém-divulgada divisão de artistas por dia deve ajudar os fãs a escolherem as melhores opções e avaliarem se viajar é uma boa pedida.

Viajar para aproveitar eventos não é novidade: os brasileiros estão entre os dez povos que mais compram eventos em outros países do mundo. Neste ano, os destinos preferidos dos Brasileiros para aproveitar eventos musicais foram Chile, Argentina, França, Itália e Estados Unidos, com Chile e Argentina reunindo 50% destas vendas na StubHub.

“O inverso também é real, especialmente para festivais: 37% dos ingressos vendidos este ano foram comprados por estrangeiros, e os principais compradores foram argentinos, chilenos e uruguaios.

De acordo com uma pesquisa realizada pela StubHub com 400 pessoas no Brasil inteiro, 20,7% dos fãs brasileiros fariam uma viagem internacional para ver seus artistas preferidos. Aproveitando a semelhança entre os lineups, que tal considerar o Chile e a Argentina como opções para assistir ao festival?

 

DEIXE UM COMENTÁRIO