No próximo dia 17 de novembro o Circo Crescer e Viver estreia seu novo espetáculo – Cazumbá – inspirado no personagem fortemente presente nas festas do Bumba-meu-boi na Região da baixada do Maranhão, cujas caretas revelam a sua irreverência e o seu jeito satírico. A trupe, composta por nove artistas formados no próprio Crescer e Viver, apresentará números de trapézio, contorção, malabares, corda lisa, faixas e muita acrobacia. O espetáculo ficará em cartaz de sexta a domingo, até 10 de dezembro, na lona do Circo Crescer e Viver, na Praça Onze. Os ingressos custam 20 reais.

Cazumbá é o único que “quebra” a roda da festa para se aproximar do público, provocando, interagindo, brincando, lembrando muito o papel de um palhaço. Ele não é homem, nem mulher, nem animal. Irreverente, brincante, folião de nascença, espirituoso, protetor e fruto da mistura de culturas, religiões e crenças, ele está entre o sobrenatural e o lúdico, firmando-se como um personagem híbrido cercado de magia.

O tema da montagem foi escolhido quando o diretor artísticos do Circo Crescer e Viver Vinícius Daumas visitou exposição Festa Brasileira – Fantasia feita à mão, realizada pelo Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro – CRAB, sob a curadoria de Jair de Souza, Raul Lody e Leonel Kaz. Para ele, estar ali foi redescobrir um Brasil profundo que estava diante de seus olhos. “Foi constatar que a festa é uma manifestação fortemente presente na cultura brasileira, mas, sobretudo confirmar como surgem e são produzidas essas festas, sublinhando a nossa idiossincrasia que nos define o povo que somos. Um povo forjado em matrizes africanas misturadas a cultura européia e indígena. Daí surge um Brasil feito à mão, plural, híbrido, diversificado por essência desde a sua origem”, explica Vinícius, que também assina a direção de Cazumbá.

“Neste espetáculo tentamos de forma coletiva e colaborativa trazer as nossas impressões sobre aquilo que mais nos tocou após ter mergulhado neste Brasil. Quantas coisas novas aprendemos, quanto conhecimento foi ampliado e o quanto crescemos ao nos redescobrir”, completa o diretor.

Metade dos ingressos serão disponibilizados gratuitamente para escolas e grupos artísticos e culturais, mediante agendamento prévio pelo telefone (21) 39720-139.

SERVIÇO:
Cazumbá
Temporada: De 17 de novembro a 10 de dezembro (Sextas, sábados e domingos)
Horário: 20h
Local: Circo Crescer e Viver (Endereço: Rua Carmo Neto, nº143 – Praça Onze – Centro – Rio de Janeiro)
Ingressos: R$20,00 (10,00 meia)
Classificação etária: Livre
Capacidade: 240 pessoas
Mais informações: www.crescereviver.org.br

DEIXE UM COMENTÁRIO