Bar da Boa, localizado na Lapa, um dos bairros mais charmosos e efervescentes do Rio de Janeiro, preparou uma programação especial para este Carnaval de 2015, que promete repetir o sucesso do ziguidum do ano passado, quando colocou mais de 1.000 pessoas por dia na casa.
Localizado num casarão do século XIV, com suas características originais, repleto de belezas na sua arquitetura com gradis art-noveau e azulejos alemães cuidadosamente bem conservados, o Bar da Boa tem ambiente descontraído, música de qualidade e uma gastronomia de dar água na boca a qualquer um, além de uma decoração que compõe o autêntico espírito carioca com mobiliários personalizados, objetos e imagens de grandes artistas do samba e da boemia da Lapa.
Neste ambiente alegre e acolhedor – pertinho da Catedral Metropolitana e dos Arcos da Lapa, dois cartões postais do Rio, e com fácil acesso pela sua proximidade com as estações de Metrô Carioca e Cinelândia – o samba será o rei-momo das cinco noites de folia. Serão duas bandas a cada dia, desde a sexta até a terça-feira de carnaval.
Programação:
Dia 13 (sexta)– abertura da casa – 17h
Grupo Tendências – 18h30 e Banda da Boa – 23h30
————————————————————
Dia 14 (sábado)- abertura da casa – 13h
Baile da Boa (com integrantes dos blocos Fogo no Rabo Empurra que Entra) – 14h30 e Banda da Boa – 21h
————————————————————
Dia 15 (domingo) – abertura da casa– 13h
Grupo Arruda – 14h30 e Banda da Boa – 21h
————————————————————
Dia 16 (segunda) – abertura da casa – 13h
Grupo Tendências – 14h30 e Banda da Boa – 21h
————————————————————
Dia 17 (terça) – abertura da casa – 13h
Baile da Boa (com integrantes dos blocos Fogo no Rabo Empurra que Entra) – 14h30 e Banda da Boa – 21h
GRUPO TENDÊNCIAS
Liderado pelo cantor e compositor Cory Duarte, integra a nova e talentosa geração do samba carioca.  Em fase de seleção de repertório para a gravação do primeiro DVD, o grupo conquista o público graças ao seu batuque alegre e descontraídoCory promete para este carnaval o lançamento, para o grande público, da marchinha que já é um absoluto sucesso nas rodas de samba da Lapa: A Diferença Entre a Mulher e a Laranja e mais sambas enredos como Explode Coração, sambas de raiz tal como O Show Tem que Continuar (Luiz Carlos da Vila), pagodes como Não sou Disso (Zeca Pagodinho) e samba atual tipo Se eu Largar o Freio (Péricles).
BANDA DA BOA
É formada por músicos com mais de 20 anos de experiência no circuito do carnaval carioca, a começar pelo cantor Fred Tavares, que desde 1999 participa de projetos da RIOTUR, contribuindo para o resgate das marchinhas e sambas-enredo que marcaram gerações, além de manter vivo o samba de raiz em suas apresentações. Na percussão, Serrinha, ritmista da Estácio de Sá, comanda a batucada, acompanhado por Diego, ritmista da Viradouro e da Estácio de Sá. Nas cordas, é representada por Rodrigo 7 Cordas, integrante de cinco escolas de samba, e também Hugo, cavaquinhista da União da Ilha, e, ainda, David Moraes (Sorriso Maroto)  no trombone de vara.
No repertório, as marchinhas e sambas conhecidos como Allah-Lá Ô (Haroldo Lobo/Nássara), Mulata Bossa Nova (João Roberto Kelly),Cidade Maravilhosa (André Filho) e Aquarela Brasileira (Silas de Oliveira), já presentes em suas apresentações.
GRUPO ARRUDA
Idealizado por amigos músicos de Vila Isabel, nasceu em 2005, de uma roda de samba aos sábados em frente aos ensaios da Mangueira, na barraca da Tia Zezé, coma a intenção de se divertir, relembrar os grandes mestres e sambas antigos da Estação Primeira. O nome veio do hábito de levarem um jarro com arruda nestas rodas de samba com a intenção de atrair bons fluidos. Como os frequentadores criaram o ritual de colocar ramos de arruda atrás das orelhas, batizaram-no de Pagode da Arruda e, em 2011, passou a se chamar apenas Arruda. 
Formado por oito integrantes, sua batucada é composta por Gustavo Palmito (repique de mão/percussão), Fabão Araujo (surdo), Marcelinho (tantã), Anderson Popó (percussão), Nego Josy (voz/pandeiro) somada à harmonia de Vitor Budoia (violão) e Armandinho do Cavaco (cavaquinho) e à voz marcante de Maria Menezes, vencedora da Mostra de Novos Talentos Carioca da Gema 2010.
O grupo gravou no ano passado o primeiro CD da carreira, homônimo,com direção musical do mestre Milton Manhães e arranjos de Ivan Paulo. São 13 faixas inéditas de compositores como Toninho Geraes, Claudinho Guimarães, Altay Veloso, Xande de Pilares, e também da nova geração como André da Mata, Rafael de Moraes, Armandinho do Cavaco e Nego Josy.
Venceu como o melhor grupo o concurso Talentos do Samba 2013/2014, promovido pela Antárctica, tanto em votação popular quanto pelo júri técnico composto por Arlindo Cruz, Dudu Nobre e mais quatro jornalistas especializados. Fechando o ano com chave de ouro, participouda gravação do DVD Samba Social Clube – Nova Geração do Samba, da MPB FM, a ser lançado em abril pela PCS Produções, em parceria com a Som Livre.
No repertório, sambas enredo como Exaltação à Mangueira (Enéas Brites da Silva/ Aloísio Augusto da Costa) Liberdade Liberdade(Niltinho Tristeza/Preto Jóia/Vicentinho/ Jurandir), marchinhas tais como Aurora (Mário Lago/Roberto Roberti)O Teu Cabelo Não Nega(Lamartine Babo) e Mamãe Eu Quero (Vicente Paiva)além de Taj Mahal (Jorge Ben Jor) e Frevo Mulher (Zé Ramalho).
O BAILE DA BOA
Será comandado por integrantes dos blocos Fogo no Rabo Empurra que Entra. Empurra que Entra surgiu há 11 anos de um encontro de amigos de infância no bairro da Freguesia, Jacarepaguá, que adoravam samba, carnaval e pagode. Todos queriam saber o que fazer naquele carnaval. Entre todas as opiniões sugeridas como viagem, escola de samba e ida ao desfile, um dos amigos, em tom de brincadeira, exclamou: “Vamos fazer um bloco!!” Apesar de todos acharem impossível, o bloco aconteceu. Compraram os instrumentos, convocaram mais amigos e assim surgiu o Empurra que Entra, homenageando o grande Mussum já no seu primeiro samba de enredo.
Já o Fogo no Rabo foi criado a partir do amor, de sua fundadora Adriana Dias da Cruz, pelo carnaval e pelo Empurra que Entra.  Jornalista, casada também com um repórter, depois de terem trabalhado na cobertura do carnaval carioca, ela queria ir à apresentação do Empurra na terça de carnaval daquele ano. Obviamente que o cansaço pesou para ele e houve uma pequena discussão.Nesse momento, pra tentar conter o ímpeto da esposa, dos filhos e das amigas repórteres, o marido soltou a grande frase: “Vocês estão com Fogo no Rabo!!!” 
Naquele instante, estava fundado o Fogo no Rabo, que, no ano seguinte, com uma divulgação entre os amigos e colegas de profissão, já se fazia notar nos eventos de carnaval no Bar da Boa.
No repertório, muita música baiana do Olodum, Araketo, etc., comemorando os 30 anos do axé music, sambas enredos tradicionais, marchas rancho e marchinhas de carnaval como Tomara que Chova (Emilinha Borba), além de uma homenagem a Jorge Ben Jor e Tim Maia cantando algumas de suas músicas em ritmo de carnaval.
Serviço
Bar da Boa – Programação especial de Carnaval
Dia 13 (sexta) – abertura da casa – 17h
*Grupo Tendências – 18h30 e *Banda da Boa – 23h30
Dia 14 (sábado) – abertura da casa – 13h
*Baile da Boa (com integrantes dos blocos Fogo no Rabo & Empurra que Entra) – 14h30 e *Banda da Boa – 21h
Dia 15 (domingo) – abertura da casa – 13h
*Grupo Arruda – 14h30 e *Banda da Boa – 21h
Dia 16 (segunda) – abertura da casa – 13h
*Grupo Tendências – 14h30 e *Banda da Boa – 21h
Dia 17 (terça) – abertura da casa – 13h
Baile da Boa (com integrantes dos blocos Fogo no Rabo & Empurra que Entra) – 14h30 e Banda da Boa – 21h
Endereço: Av. Mem de Sá, 69 -Lapa – RJ – Tel: 21 2221-2542 http://www.bardaboalapa.com.br/
Ingresso: R$ 20,00 e R$ 50,00 (Baile da Boa)
Previsão de fechamento – aproximadamente às 04h
Classificação: 18 anos
Capacidade: 250 lugares
Estacionamentos rotativos no entorno.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here