Texto de Maria Adelaide Amaral, uma das mais conceituadas escritoras brasileiras, e direção dos premiados Yara de Novaes e Carlos Gradim, a peça traz no elenco Regiane Alves e Leopoldo Pacheco

Escrita há 23 anos, a peça foi dirigida pelo diretor brasileiro Roberto Lage, que trouxe o espetáculo para Brasil. Esta nova montagem, dirigida por Yara de Novaes e Carlos Gradim, estreou em São Paulo, em maio, na inauguração do Teatro Morumbi Shopping, e, agora, estreia no Rio de Janeiro no palco do Teatro Sesc Ginástico.

Vencedora do 18º Festival de Teatro de Portugal nos anos 90, a peça “Para tão longo amor”, de Maria Adelaide Amaral, estreia no Rio de Janeiro na próxima quarta-feira, dia 31 de Agosto no Teatro Sesc Ginástico.

O enredo conta a história de Raquel (Regiane Alves) e Fernando (Leopoldo Pacheco). Próxima dos 30, Raquel é uma escritora libertária e vigorosa. Ela deseja gozar de liberdades que acredita poder alcançar apenas com sua poesia. Fernando, editor renomado de 55 anos, criou sua empresa com a ex-esposa e é um homem decidido e maduro.

Ao se apaixonar, o casal dá um mergulho vertiginoso no questionamento de seus papeis neste relacionamento. Fernando deseja que Raquel se ocupe da divulgação de sua obra e na questão publicitária, enquanto a escritora deseja apenas se dedicar à sua arte. A peça mescla passagens do passado e do presente sempre permeada pelo universo da poesia e da literatura.

Serviço:
Teatro “Para tão longo amor”
Local: Teatro Sesc Ginástico (Av. Graça Aranha, 187 – Centro)
Temporada: de 31 de Agosto à Até 11 de setembro, de quarta a sábado, às 19h, e domingo, às 18h
Ingressos: R$ 5 (associados Sesc), R$ 10 (estudantes e idosos) e R$ 20.
Classificação: 14 anos
Duração: 80 min

Foto: Divulgação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here