homem“Don’t breathe” (Não respire) diz o título original, avisando os protagonistas da única forma de se esconderem do “O Homem nas Trevas”, mas também dando uma prévia do que o espectador irá encontrar na hora e meia de filme: tensão, coração acelerado e suspiros de angústia e nervosismo.

Em “O Homem nas Trevas”, Fede Alvarez retorna para o cinema de terror, desta vez com muito menos do estilo gore visto em “A Morte do Demônio”. Ao mesmo tempo, com uma qualidade de roteiro e direção impecáveis, deixando a tensão tão nítida que poderia ser cortada com uma faca.

E não chegamos perto de facas apenas desta forma. Mesmo amenizando todo o sangue visto em sua última produção, muitas das cenas do novo longa conseguem chocar pelo estilo “cru”, em que não desvia a câmera em momento algum. O causador de todas essas cenas é o militar e maníaco que beira a um Jason Voorhes, sempre pronto para aparecer na próxima esquina.

Além do estilo do assassino e o famoso “jovens em uma casa desconhecida”, o filme também trás referências a “Cujo”, baseado no livro do Stephen King e “As Criaturas Atrás das Paredes” de Wes Craven. Tudo isso, somado as assinaturas de Fedo pelo filme fazem de “O Homem nas trevas” um dos melhores longas de terror do ano, mas o que se chama de terror, beira a um grande suspense.

Deixando o gênero de lado, ainda temos o elenco: Jane Levy (“A Morte do Demônio” e da série “Suburgatory”), apresenta uma personagem bem diferente das anteriores e Dylan Minnette, de “Goosebumps”, traz um papel mais sério. A química entre os atores fica melhor ainda com o rosto que representa o medo, Stephen Lang, conhecido por “Avatar”.

Mesmo que a história possa ser resumida como “jovens tentando roubar a casa do Demolidor”, o filme vai fundo na construção dos personagens e com o surgimento de cada trama nova, também vem um suspiro de surpresa. Depois de algumas decepções nesse gênero tão maltratado, “O Homem nas Trevas” é um suspiro de alívio.

Foto: Divulgação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here