Miranda Sings não é uma garota comum, ela acredita que nasceu para ser famosa. Apesar de não ter talento, posta vídeos de si mesma cantando e acredita ter uma legião de fãs que realmente apreciam sua “aptidão” musical. Em “Haters back off”, a nova série original da Netflix, Miranda mostra sua origem e evolução, conquistando espaço na mídia e destruindo tímpanos por onde passa.

A personagem Miranda foi criada pela youtuber americana Collen Ballinger, que posta vídeos no papel da personagem desde 2008. O que começou como uma paródia de Youtubers que levou sua carreira musical a sério e aparecia com muita maquiagem e covers ruins, acabou se tornando um canal de comédia com quase sete milhões de inscritos. Apesar de fictícia, “Miranda Sings” é um sucesso ainda maior que sua criadora, Collen também possui um canal no Youtube. O intitulado PsychoSoprano possui quatro milhões de inscritos perdendo para a não tão encantadora Miranda.

O Netflix resolveu embarcar na história de Miranda tentando trazer os tantos fãs da youtuber para uma plataforma nova. Na série, Angela Kinsey fará o papel de Bethany, a mãe da protagonista, Steve Little será Jim, o Tio e constante presença desde o começo dos vídeos de Miranda, e Erin Stocklin interpretará Patrick, o melhor amigo e vizinho da garota.

A comédia, dita pela Netflix como não só “um divertimento para toda a família”, mas também uma dura crítica à sociedade e sua obsessão pela fama. A série é certeza de deixar para trás, não só o começo de obras audiovisuais feitas especificamente para trazer os fãs de Youtubers a outra plataforma, como também a marca do batom vermelho borrado, típico e único de “Miranda Sings”.

Foto: Divulgação

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here