Um ano após ganhar o Grammy Latino com o “Melhor Álbum de Raiz Brasileiro” com o disco “Amigo velho”, a banda Falamansa volta ao Rio de Janeiro para show em única apresentação no Lapa 40 Graus. Formada por Tato (cantor, violonista e compositor da banda), Alemão (zabumba), Dezinho (triângulo) e Valdir do Acordeom (sanfona) lá se vão 17 anos de sucesso representando a alegria do forró de raiz com 11 CDs lançados, shows fora do Brasil e prêmios internacionais.

A banda traz para o Lapa 40 Graus o show do recém-lançado CD “Lá da Alma” (2016) gravado pela DeskDisc dois anos após o lançamento do álbum “Amigo Velho” (2014). A apresentação conta com a conhecida irreverência de Tato e as novas canções “Lá na Alma”, Um Pouco Mais de Fé”, “Respeite a Maré”, “Seja o Que Deus Quiser”, “Todo Dia é Seu Dia de Sorte”, “Xote Ostentação”, “Já é, Já Era”, entre outras.

Sempre engajado com as causas sociais, o Falamansa se uniu ao rapper Gabriel O Pensador na música “Cacimba de Mágoa” que integra o CD “Lá na Alma” – cujo enredo sobre a tragédia da barragem de Fundão, em Mariana (MG) em novembro de 2015.

O restante do disco traz canções com letras que passam mensagens positivas, uma perfeita harmonia com autêntico forró pé de serra. As músicas passeiam por versos que motivam o recomeço, fé, coragem, um novo dia, como canta a Tato em “Figa” e “Já foi, já era”. “Que tal então, recomeçar, pois amanhã tem mais um dia”, versa o cantor. Ou como Tato fala melodiosamente em “Hoje É Seu Dia De Sorte”: “Ei você, tá pensando o quê? Tá pensando que acabou? Já vai desistir assim? Então você é quem sabe. Tira essa pedra do caminho. Tira da rosa todo o espinho e corta o mal. Em cada gesto de carinho. Saiba que nunca está sozinho, espere o meu sinal e se as estrelas lá do céu brilharem mais forte será seu dia de sorte. Todo dia é o seu dia de sorte. Ao se olhar no espelho e dizer ao Sol “clareia meu dia que eu já vou chegar, amar essa vida pra vida me amar. Tudo só depende de você”.

Respeitando o autêntico forró nordestino, a banda mantém-se fiel ao som feito há 70 anos por Luiz Gonzaga, Dominguinhos e grandes nomes do gênero, porém, com elementos novos. Por isso, o Falamansa é a junção da música de raiz, do xote e pé-de-serra flertado com folk, rock, pop, country, punk cigano e funk pancadão. O resultado da mistura é a sequencia de antigos sucessos que permanecem vivos e aclamados como “Xote dos Milagres”, “Xote da Alegria”, “Rindo à Toa”, “Oh! Chuva”, “Avisa”, “100 anos” e “Amigo velho”, que também fazem parte do repertório do show no Lapa 40 Graus, do dançarino e coreógrafo Carlinhos de Jesus. Tato ainda brinda o público com “Sol de Hiroshima” (Tato), “Pedras que cantam” (Dominguinhos), “Hoje é dia de folia” (Nando Cordel), “Sanfona Sentida” (Luiz Gonzaga) e “Ska”(Hebert Viana), “A minha alma” (O Rappa) e “Sympathy for the devil” (Rolling Stones).

Abertura do show com o Trio Pé de Serra às 22h. Nos intervalos, o som na pista fica com os DJ Messias e DJ Nelsinho (FM O Dia).

Serviço:
Show Falamansa
Local: Lapa 40º (Rua Riachuelo, 97)
Data: 07 de outubro (sexta-feira)
Horário: a partir de 23h30.
Capacidade: 1.300 pessoas.
Censura: 18 anos.
Informações/Reservas: (21) 3970-1338/1334.
Ingressos: R$ 40,00 (mulheres) e R$ 50,00 (homens) – sujeito a alteração.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here