anjos-da-noiteBom eu não sei o que falar, sinceramente não me vem nada na cabeça pra fazer você, caro amigo leitor, a sair de sua casa para ver isso. Aponta-me um motivo para essa franquia ter cinco, EU FALEI CINCO FILMES, porque se fosse bilheteria eu entenderia, mas nem isso acontece.

Estamos aqui morrendo, mas sobrevivi a a Anjos da Noite – Guerras de Sangue, e olha que gosto muito do primeiro hein, já aviso logo. Lembro que na época eu jogava muito um game chamado “Castlevania’’ , que me fez curtir ainda mais esse universo do filme.

Mas enfim, eu to enrolando porque ainda não sei por onde começar a falar, mas tentarei dar sinopse. É mais um filme episódico, tirando o terceiro que é prequel. Entre o primeiro e o segundo existe uma ligação, já nessa sequencia, tudo que eles fizeram no quarto filme, foi para o saco, e temos mais uma vez uma historia sobre a Seline ( Kate Beckinsale ) que a cada filme que passa vai ficando mais forte ( ganhando upgrades, igual em jogos de video-game, só que aqui bem pior) aqui ela se encontra com o David ( Theo James, Affff! ) mas agora tem uma vilã e vilão, e não tem a filha dela, coisa que era a plot central do quarto filme, acho que já falei disso, não é mesmo?

Vou tentar simplificar, tem a Selene, o David e tem agora a Semira ( Laura Pulver ) e um Lican ‘’porreta’’ ( Tobias Menzies ), fica muito difícil dar a sinopse de uma longa que nem ele sabe do que se trata, ou melhor, nem ele sabe o que quer explorar. O filme muda de foco em sua historia o tempo todo, é bizarro. A montagem é ridícula, parece que passou em varias mãos para ir se moldando, sei lá pra que publico. Exemplo disso, é uma cena uma personagem fala pro outro ‘’ Você é um inútil, nunca vou precisar de você, e na cena seguinte fala, vamos lá, você sabe que é a minha esperança, definitivamente, não faz sentido algum. O filme usa de conveniências do roteiro pra explicar algo, que ele nem sequer citou.

Ah quanta baboseira, ele não aproveita a historia da filha dela com o Lycan, o filme cita isso diversas vezes mais ela não aparece, inacreditável. A historia de amor que tínhamos no primeiro e no segundo filme, é contada por um flashback de sangue, pra tentar dar sentido as motivações dela. Tem uma trilha sonora lamentável, meio Tecno/Pop.

Acho que já deu né? Triste, horroroso, tétrico, uma ofensa bruta pra quem curte os dois primeiros filmes, porque tinha algo que funcionava, pouco, mas funcionava.

1 Comentário

  1. Eu acho que a sua crítica é muito boa, mais devo dizer que pessoalmente au adorei o quinto filme. Eu já estava perdendo a saga e acho que a Anjos da Noite sequencia foi boa para concluir a história que estava pendente. Definitivamente Kate Beckinsale é uma das razões pelas quais o filme foi bom. Mais que filme de terror, é um filme de suspense, todo o tempo tem a sua atenção e você fica preso no sofá. Vale muito à pena, foi uma das melhores estreias do ano passado. Além, tem pontos extras por ser uma historia muito interessante.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here