a-economia-do-amor A economia do amor fala de meandros muito complexos para um casal à beira do divórcio. Apesar de separados, Marie e Boris continuam a dividir o mesmo teto, pois Marie quer que Boris saia da casa que ela comprou, mas Boris só diz que sai depois que tiver todo o dinheiro empregado na reforma.

Apesar do filme sugerir que eles lavam roupa suja do início ao fim por mesquinharias, há espaço para a atenção às crianças, as gêmeas Margaux e Jade, a intromissão da sogra e dos amigos, um momento feliz em família, uma recaída, uma pequena desgraça que une os corações mais apartados. Além da dúvida, da raiva e da vitimização.

Filme sensível (e com pequenos toques cômicos) sobre a dificuldade de permanecer junto e de passar a não estar mais junto, às vezes assistimos a um casal que parece não querer abrir mão de nada da vida que compartilharam, às vezes assistimos a um casal que prolonga as despedidas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here