“A muito tempo, em uma galáxia muito muito distante”…

Uma das frases mais icônicas já proferidas em um filme teve sua primeira aparição em 18 de novembro de 1977, quando o jovem diretor George Lucas decidiu iniciar um projeto que a muito habitava sua imaginação, a ideia era uma nova ficção cientifica bem diferente da então incomparável Star Trek. Seu novo projeto seria uma mistura de ficção cientifica, com religião e cultura japonesa, mas precisamente o filme Os Sete Samurais de Kurosawa.

Esse novo filme, batizado de Star Wars e mais tarde Star Wars- episódio IV: Uma nova esperança, se passaria em uma galáxia distante, envolta no meio de uma guerra civil entre o governo opressor conhecido como Império Galáctico e o movimento de resistência intitulado Aliança Rebelde. A história acompanha o jovem fazendeiro Luke Skywalker (Mark Hamill) que embarca em uma aventura para se tornar um cavaleiro Jedi, defensor da paz e justiça na galáxia, e assim derrotar o Império.

Poucos filmes conseguiram revelar uma leva tão grande de talentos para o entretenimento, o então desconhecido ator Mark Hamill se tornou um ícone cultural e sua identidade passou a se misturar com a do personagem que ele imortalizou. Mais tarde Hamill também passaria a se confundir com o vilão das historias do Batman, Coringa, ao emprestar sua voz para dublar o icônico personagem em diversos momentos.

Harrison Ford passou de ator medianamente conhecido para superastro ao interpretar o mercenário Han Solo no filme em questão, o veterano ator Alec Gisness voltaria também aos holofotes com sua interpretação do mestre Jedi Obi-Wan Kenobi e James Earl Jones definiria para sempre a personalidade do maior vilão do cinema ao construir uma voz mecanizada, fria e cruel para Darth Vader.

Star Wars – episódio IV: Uma nova esperança foi indicado para o Oscar (1978) em quase todas as categorias principais e venceu os prêmios de: Melhor trilha sonora ( John Willians), Melhor figurino ( John Mollo), Melhores efeitos visuais ( John Stears, John Dykstra, Richard Edlund, Grant McCune, Robert Blalack). Entre outros prêmios.

Com características marcantes como o letreiro amarelo que sobe antes do filme começar , onde a história já começa a ser contada, da musica instrumental e operística do mestre John Williams ou a respiração escandalosa de Vader Star Wars é muito mais que um simples filme.

Até o momento a Netflix disponibilizou todos os seis filmes mais series animadas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here