Quem já assistiu a animação em cartaz no cinema da DreamWorks animation, “O Poderoso Chefinho”, pode ter notado semelhanças com outro filme, ou melhor, uma trilogia que fez muito sucesso no final dos anos 80, e inicio dos 90.

A sequência de abertura da animação, aonde temos os bebês sendo preparados para suas respectivas famílias, lembra bastante a sequência inicial de “Olha só quem está falando”. Aonde vemos espermatozoides pensantes e falantes na luta pela fecundação um ovulo.

Assim como na animação da DreamWorks, em “Olha quem está falando” é dado uma personalidade adulta à um bebê. Só que aqui, através de seus pensamentos narrados na versão original por Bruce Willis, aonde vemos a inocência e descoberta do mundo para um pequeno ser, em que tudo é uma novidade. E assim é permeado ao longo filme muito humor de forma leve, em uma proposta inusitada para a época.

Mollie (Kirstie Alley) é um contadora que tem um caso com um Albert (George Segal), um cliente que está comprometido. Quando fica grávida, sente que Albert estará sempre com ela e o bebê, mas quando dá a luz Albert rompe a relação e Mollie tem de criar o bebê sozinha. Mollie também está procurando o pai ideal para seu filho, Mikey, e James Ubriacco (John Travolta), um taxista, que parece ser perfeito (pois estava em cena quando entrou em trabalho de parto) para ela e Mikey, que apesar de ser um bebê é um observador cínico e sarcástico do mundo.

Responsável por ressuscitar a carreira de John Travolta, e mostrar um novo lado mais bonachão e bem humorado do astro de “Embalos de Sábado à Noite”, além de transformar Kirstie Alley em uma estrela do cinema, o filme foi responsável por um grande sucesso de bilheteria, arrecadando 140 milhões apenas nos EUA, e com o orçamento de apenas 7,5 milhões.

Seu sucesso proporcionou uma sequência logo no ano seguinte, “Olha quem está falando, agora”. Que era competente, mas repetitiva, e o terceiro capítulo em 1993, agora com cachorros pensantes,“Olha quem está falando também”, que diverte mas esgota de vez a proposta.

A Netflix possui os três filmes em seu catálogo, que antes eram exibidos com frequência na “Sessão da Tarde”, e estão na memória afetiva de muitas pessoas.
Um passatempo leve e divertido.

3 Comentários

  1. We’re a bunch of volunteers and opening a brand new scheme
    in our community. Your site provided us with valuable information to work on. You’ve performed a formidable job and our entire neighborhood will be thankful to you.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here