Seis documentários coproduzidos pela GloboNews e Globo Filmes vão participar da 19ª edição do Festival do Rio. Fevereiros, de Marcio Debellian, sobre a relação de Maria Bethânia com o carnaval do Rio de Janeiro e de Santo Amaro. Callado, de Emília Silveira (Setenta), que relembra a trajetória do jornalista, escritor e teatrólogo e sua obra, toda dedicada à descoberta do Brasil e a denunciar as injustiças contra índios, negros, camponeses e mulheres.

Cartas para um Ladrão de Livros, de Carlos Juliano Barros e Caio Cavechini, sobre a história de Laéssio, o maior ladrão de livros raros do Brasil. SLAM: Voz de Levante, de Tatiana Lohmann e Roberta Estrela D’Alva, sobre as batalhas de poesia falada. Henfil, de Angela Zoé, biografia sobre o cartunista a partir de um workshop com jovens e participação de artistas como Ziraldo. E Querido Embaixador, de Luiz Fernando Goulart, sobre o percurso de Luiz Souza Dantes, embaixador no Brasil na França que, por conta da II Guerra concedeu entrada no Brasil para mais de mil famílias judias.

Os longas Cartas Para um Ladrão de Livros e SLAM: Voz de Levante estarão na competição de Documentários. Já “Fevereiros”, “Henfil”, “Callado” e “Querido Embaixador” participam da Mostra Retratos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here