O fotógrafo Gustavo Malheiros lança seu novo livro: Tempestade. O projeto reúne registros de grandes nomes do esporte, dos jovens surfistas às lendas brasileiras em momentos que vão além de campeonatos. Família, superação, desafios, treinos, choros e alegrias revelam o cotidiano de uma tribo que roda o mundo em busca das melhores ondas e do mar perfeito.

A ideia do livro aconteceu em 2014, durante o mundial de surfe no Havaí, inspirado no primeiro campeonato mundial do WCT vencido por um brasileiro, Gabriel Medina. Gustavo Malheiros estava em Pipeline assistindo a final ao lado de Kelly Slater, Mick Fanning, Jadson André e Tom Caroll. A mistura de sensações foi o estopim para o fotógrafo unir sua paixão pelo esporte com o ímpeto de querer registrar todas as belas imagens que ele proporciona.

O projeto reúne fotos de diferentes campeonatos, assim como imagens das grandes lendas do esporte nacional, e não traz apenas fotos em movimento, ou em pódios e campeonatos. Gustavo Malheiros busca também retratos, momentos entre amigos, cenas do cotidiano em família e viagens ao redor do mundo para mostrar a paixão que liga todos a esse esporte e ao mar.

“Este livro é sobre o momento histórico que estamos vivendo. É também sobre os surfistas que conheci em minhas viagens pelo mundo, sobre histórias de superação desses atletas impressionantes.”, completa o fotógrafo.

A capa de Tempestade busca resumir o que o leitor vai sentir ao abrir o livro. Gabriel Medina, um dos maiores surfistas mundiais e um dos maiores nomes do surfe brasileiro da atualidade, em cima da prancha mar a dentro, e uma imensidão a sua frente.

O livro começou em 2014 e reúne fotos de diferentes cidades, países e continentes. Foi inspirado pelo primeiro campeonato mundial do WCT vencido por um brasileiro, Gabriel Medina, conquistado em Pipeline.

“Este livro começou por causa de Gabriel Medina, Adriano de Souza, Filipe Toledo – o surfe deles transcendeu a água e encantou a todos. Junto com outros surfistas incríveis”, comenta Gustavo Malheiros.

“Chegamos ao litoral norte de Oahu para assistir ao Pipe Masters Pro no dia 08 de novembro de 2014. A praia foi invadida por brasileiros e eu não sabia se pulava ou tirava fotos, acho que fiz os dois. Posso afirmar, sem a menor sombra de dúvida, que senti a mesma felicidade em 2002, quando o Brasil venceu a Copa do Mundo”, conta Malheiros.

Gustavo selecionou imagens de temporadas no Havaí, Califórnia, Rio de Janeiro, França, África do Sul e Portugal.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here