Ah o amor… Mesmo quem ainda não encontrou a outra metade da laranja, quer ter esse sonho lindo de viver e o cinema faz o público sonhar acordado com histórias belíssimas de encontros impossíveis, amores improváveis e almas gêmeas que se reencontram. Neste dia dos namorados, separei filmes baseados em histórias reais, para lembrar a todo mundo que mesmo as histórias de cinema podem ser reais e que por isso não devemos desistir do amor.

Como se fosse a primeira vez
Comédia estrelada por Adam Sandler e Drew Barrymore, onde ela não consegue reter informações por mais de 24 horas, teve como inspiração a vida de Michelle Philpots. Todos os dias ela acordava ao lado de um homem que na época do acidente era seu noivo,  logo eles se casaram, mas ele precisava convencê-la de que são casados e felizes há mais de 15 anos todos os dias. Isso que é prova de amor, né!

 A Teoria de Tudo
Filme baseado na vida do físico britânico Stephen Hawking é um retrato relativamente preciso da carreira e da vida pessoal do cientista mais famoso do mundo na atualidade. Claro é preciso encarar o longa-metragem com aquele viés típico do estilo “baseado em personagens reais”, já assumindo que certos fatos serão reordenados e dramatizados, enquanto outros serão suprimidos. Mas, ainda assim, o filme, baseado no livro da primeira esposa do físico, é bem fiel à realidade.

Comer, Rezar, Amar
Baseado no best-seller americano com mais de quatro milhões de cópias vendidas, escrito pela jornalista e escritora Elizabeth Gilbert, o filme conta a história dela pelo mundo. Suas experiências vividas na Itália, Índia e Indonésia, em busca de autoconhecimento, após uma crise existencial, um longo e doloroso divórcio e uma paixão mal-resolvida.

Ao contrário de muitas adaptações literárias para o cinema, Comer Rezar Amar contou com a participação da autora constantemente. Ela mesma garantiu que nenhum detalhe ficasse sem sua aprovação, ou pelo menos, sem a sua opinião. Durante o processo de criação do roteiro, os roteiristas Ryan Murphy e Jennifer Salt trocaram diversos e-mails e telefonemas com Gilbert – que os auxiliou em cada momento. Comer, Rezar, Amar  está nessa lista por ensinar a arte do amor pela vida e do amor próprio.

Uma Mente Brilhante
John Nash (Russell Crowe) é um gênio da matemática que, aos 21 anos, formulou um teorema que provou sua genialidade e o tornou aclamado no meio onde atuava. Mas aos poucos o belo e arrogante John Nash se transforma em um sofrido e atormentado homem, que chega até mesmo a ser diagnosticado como esquizofrênico pelos médicos que o tratam. Porém, após anos de luta para se recuperar, ele consegue retornar à sociedade e acaba sendo premiado com o Nobel. O filme baseado no livro biográfico, de Sylvia Nasar, escrito a partir de entrevistas e documentos da vida de Nash, mostra a relação com sua esposa e parceria, Alicia Nash, além da sua importância em sua vida.

O verdadeiro John Forbes Nash nasceu em 13 de junho de 1928 e está vivo, morando nos EUA. Nash realmente venceu o prêmio Prêmio Nobel em economia, em 1994, por sua teoria dos jogos. Ele venceu também o John von Neumann Theory Prize e o Leroy P. Steele Prize pela teoria do Equilíbrio de Nash.

Johnny e June
A história de vida do cantor Johnny Cash  (Joaquin Phoenix) e da cantora June Carter Cash se cruzam no palco e desde então, nasce a história de amor do casal.

Johnny é conhecido pela sua personalidade marginal, teve sua infância tumultuada fazendo com que entrasse em um caminho de auto-destruição, do qual apenas June Carter (Reese Whiterspoon), o grande amor de sua vida, pode salvar. O filme mostra a sua juventude em uma fazenda de algodão até o início do sucesso em Memphis, onde gravou com Elvis Presley, Johnny Lee Lewis e Carl Perkins.

O filme não é apenas a narrativa de uma linda história de amor, mas sim, uma verdadeira história de amor, com seus altos e baixos, suas dificuldades e desafios e também sua beleza indescritível, esse filme nos leva a compreender o tamanho de um amor como de Cash e Carter. Um amor intenso, passional, complicado e infinitamente grande.

Michelle e Obama
Por oito anos Barack Obama foi o presidente dos Estados Unidos. Apesar de todas as controvérsias, seu governo foi marcado por Michelle, uma das primeiras damas mais engajadas que a nação já viu. Dirigido por Richard Tanne, o filme retrata o primeiro encontro entre os dois, e o quanto, em apenas um dia, já era possível dizer o quão grandioso esse casal se tornaria.

Anna e o Rei
Nova versão da história de Anna Leonowens (Jodie Foster), uma viúva inglesa que chega a Bangkok, capital do Sião, em 1862, com seu filho Louis (Tom Felton), para trabalhar como professora dos vários filhos do Rei Mongkut (Chow Yun Fat). O que no início apresentava certo preconceito cultural e ideológico, transforma-se, com o passar do tempo, numa relação de amizade e amor.

Em luta pelo amor
Devido a sua classe inferior, Veronica Franco (Catherine McCormack) não pode casar-se com Marco Venier (Rufus Sewell). Assim, a jovem torna-se uma famosa cortesã da velha Veneza, disputada por reis e nobres seduzidos por sua inteligência, encanto e sensualidade. Mesmo assim, Verônica mantém a chama da paixão por Marco acesa.

Baseado na biografia de uma cortesã veneziana do século 16, escrita por Margaret Rosenthal, o filme narra a transformação de uma jovem ingênua, educada para trilhar o caminho da submissão e do recato das esposas nobres da época, em cortesã. E o seu deleite com a nova condição, como uma nova versão de “Uma Linda Mulher”.

O Nosso Segredo
No ponto mais alto de sua carreira de sucesso, o escritor Charles Dickens (Ralph Fiennes) conhece uma jovem atriz chamada Nelly Ternan (Felicity Jones), que assume o papel de sua amante até seu falecimento, em 1870. O filme retrata a história real da relação amorosa que durou treze anos entre uma mulher, extremamente jovem e iniciante na carreira de atriz de teatro, Ellen Lawless Ternan (também conhecida como Nelly Ternan), e o mais festejado, aclamado, respeitado escritor inglês de seu tempo, Charles John Huffam Dickens (1812-1870).

Colônia
Com Emma Watson e Daniel Bruhl, o filme baseado em fatos reais, se passa logo após o violento golpe militar de 1973, que colocou o general Augusto Pinochet ao poder no Chile.

Colonia Dignidad era uma comunidade pseudo-religiosa que mais tarde foi revelada por ter laços nazistas, para empregar a tortura e se envolver em uma série de outras atividades criminosas, incluindo abuso infantil. O longa conta a história de uma jovem chamada Lena (Emma Watson), onde é atraída para a Colonia Dignidad, um culto religioso da época nazista, enquanto ela procura por seu namorado sequestrado. Precisa dizer mais sobre essa história de amor?

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here