Para quem vai aproveitar o feriado no Rio de Janeiro, o filme HISTÓRIAS QUE O NOSSO CINEMA (NÃO) CONTAVA, dirigido por Fernanda Pessoa, tem sessão especial com debate no Cine Joia no dia 08 de setembro às 18h30. O evento, com participação do cineasta Carlos Mossy e da crítica de cinema Andrea Ormond, é uma boa pedida para quem gosta de cinema.

O longa realiza uma releitura histórica da ditadura militar no Brasil, com foco nos 1970, a partir apenas de imagens oriundas de 27 filmes produzidos no período e que foram considerados “pornochanchadas”, o gênero mais visto e mais produzido durante a década de 70.

HISTÓRIAS QUE NOSSO CINEMA (NÃO) CONTAVA é um documentário de montagem, ou de remploi, feito inteiramente com imagens e sons das pornochanchadas, sem entrevistas ou off. Temas como a luta armada, a violência do Estado, o milagre econômico, a “era de aquarius” e a modernização do país são abordados de forma divertida e inusitada, através de uma montagem criativa e associação inesperada de imagens.

O filme relembra e analisa um período histórico brasileiro através da sua produção cinematográfica hegemônica, provocando uma reflexão não somente sobre o período histórico retratado, mas também sobre o próprio cinema enquanto construtor da história e da memória coletiva.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here