Ao final de seus 40 anos, uma mulher desembarca em Rouen, tendo como objetivo final, Paris. Ela, com seus 1,90 de altura, anda totalmente encantada pelas ruas, ao lado de seu afetuoso marido. Em determinado momento eles sentam para comer. E quando Julia Child (Meryl Streep) sentiu o aroma e a cor dourado de manteiga em seu linguado, ela soube que aquele lugar tinha a comida que mudaria sua vida. Do outro lado do Pacífico, Julie Powel (Amy Adams) está em seu emprego medíocre e desestimulante. Apenas dois fatos a deixavam empolgada: o apoio de seu marido e cozinhar.

Este é o início impactante da comédia romântica, Julie & Julia (2009). Inspirado em dois livros escritos, “My Life in France e “Julia & Julie”, que também dá nome ao filme. Tanto o roteiro quanto a direção de Nora Ephron é muito bem equilibrada. De um lado temos a origem da mulher mais importante para a gastronomia americana, e também para mulheres. Por muitos anos, aprender a verdadeira gastronomia era algo apenas para homens, e Julia mostrou que qualquer um era capaz. E ela afetou a vida de Julie Powel, que criou o blog Julia/Julie Project que tinha o objetivo de preparar todas as 529 do livro de Child, “Mastering the Art of French Cooking”, a bíblia da comida francesa traduzida às donas de casa americanas. Lógico que isso trouxe certas dificuldades, para o seu casamento, inclusive. Contudo, o blog começa a crescer tanto, que ele torna possível a realização do sonho da personagem de Adams, ser uma escritora.

A atuação de Amy Adams é carismática, enquanto a de Meryl Streep é impressionante. Ela conseguiu incorporar totalmente a mulher gigante desengonçada e extrovertida, que conquista corações. São duas histórias inspiradoras, e uma bela homenagem para uma das mulheres mais incríveis da cozinha.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here