O Espaço Cultural BNDES e Museu Casa do Pontal encerram a exposição “Fronteiras da Arte – Criadores Populares”, no dia 27 de junho, com uma conversa em torno da temática “ANTROPOFAGIA E ARTE POPULAR”. Estarão debatendo com o público Ângela Mascelani, curadora do Museu Casa do Pontal e da exposição, Márcia Sá Cavalcante Schuback, filósofa e professora da Universidade de Södertorn, e Numa Ciro, artista e psicanalista. O evento precede o último dia da exposição, que vai até a sexta, dia 28 de junho.

Diante do crescente interesse pela arte popular, com a sua incorporação de forma mais ampla no circuito das artes, o objetivo desse encontro é ampliar o entendimento sobre os múltiplos sentidos que se implicam nas noções de “popular” e de “fronteiras”, quando falamos de artes.

No artigo “Antropofagia da Brasilidade”, no livro “Olho a olho, ensaios de longe”, Márcia Sá Cavalcanti Schuback articula as ideias de antropofagia e brasilidade. Instigada por Guimarães Rosa, que disse da brasilidade que “só sabemos com o coração”, que brasilidade “é a língua de algo indizível” e que brasilidade “é talvez um sentir-pensar”, Márcia Schuback nos leva a pensar sobre antropofagia, modernismo e a criação de fronteiras.

Numa Ciro, psicanalista, letrista e performer, é criadora, junto com Heloísa Buarque de Holanda, da Universidade das Quebradas, curso que faz parte do Programa Avançado de Cultura Contemporânea da UFRJ, que funciona na Faculdade de Letras, no IFICS e no MAR (Museu de Arte do Rio), e é voltado para artistas periféricos, que não tiveram acesso à universidade. Numa trará para o centro do debate a questão dos cânones nas artes. Com uma performance cantada, provocará o público a pensar sobre a invisibilidade dos que estão fora dos cânones e as novas formas de resistência artística que têm surgido, com novos agentes, novas vozes e outras histórias brasileiras.

SERVIÇO
FRONTEIRAS DA ARTE – CRIADORES POPULARES
Espaço Cultural BNDES (Av. República do Chile 100, Centro)
ÚLTIMA SEMANA: até 28 de junho
Visitação: de segunda a sexta-feira, das 10h às 19h
Visitas guiadas: de segunda a sexta-feira, às 12h30; quartas e quintas-feiras às 18h15.
Entrada gratuita

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here