Em maio de 1985, as maiores estrelas da música brasileira se uniram para gravar um disco compacto beneficente, em prol do Nordeste. Os bastidores dos três dias gravações, em um estúdio na Barra da Tijuca, foram registrados pelas lentes dos fotógrafos Carlos M. Horcades e Vantoen Pereira Jr., cujas imagens são projetadas na exposição “Chega de Magóa”. A mostra inédita estreia no dia 1° de agosto, na Casa de Cultura Laura Alvim, em Ipanema.

A seleção reúne mais de 200 fotos com alguns dos 155 artistas que participaram do projeto. Entre os intérpretes estão Chico Buarque, Roberto e Erasmo Carlos, Milton Nascimento, Gilberto Gil, Djavan, Rita Lee, Gonzaguinha, Elba Ramalho, Fafá de Belém, Tim Maia, Simone, Elizete Cardoso, Emilinha Borba, Marlene, Gal Costa, Maria Bethânia, Caetano Veloso e Fagner. “Trata-se de um registro histórico Registro histórico do maior encontro de artistas da MPB por uma causa humanitária”, define o fotógrafo Carlos M. Horcades, responsável pela curadoria do projeto.

Na ocasião, o grupo gravou as canções “Chega de Mágoa”, atribuída como criação coletiva, e “Seca D’água”, sobre o poema de Patativa do Assaré (1909 – 2002). Cada uma das músicas ganhou um clipe com imagens das sessões no estúdio. O disco foi lançado ainda em 1985 pela gravadora Continental, em parceria com a Cooperativa Mista dos Músicos Profissionais do Rio de Janeiro (Coomus).

Intitulada “Nordeste Já”, a iniciativa ficou conhecida como a “We Are The World brasileira”, em referência ao hit americano que contou com a participação de 45 artistas, como Michael Jackson, Diana Ross e Stevie Wonder.

Serviço
Exposição: “Chega de Mágoa”
Data: 2 a 15 de agosto (abertura em 1° de agosto, às 19h)
Horário: 18h às 21h
Local: Casa de Cultura Laura Alvim / Sala Multiuso – 2° andar ( Av. Vieira Souto, 176 – Ipanema)
Classificação: Livre
Entrada franca

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here