Pedro Bandeira, grande admirador das obras infantis de Monteiro Lobato,apresenta o livro “Narizinho – a menina mais querida do Brasil”, publicado pela Editora Moderna, dirigido a crianças, jovens e adultos.

O autor, que já vendeu mais de 25 milhões de exemplares, fala sobre a personagem Narizinho, que em sua opinião é a mais importante da literatura brasileira, ao lado da imortal Capitu, de Machado de Assis. Para ele, a menina é a principal representante da obra infantil de Lobato, mesmo quando a escolha popular aponta para Emília. “Emília é a virulência de Lobato, talvez represente a própria consciência crítica dele e seus demônios interiores, mas toda a sua obra infantil é desencadeada através da personagem Narizinho”, explica.

Com o poder de sua imaginação, Narizinho casa-se com um peixinho, faz com que um caramujo “cure” a mudez de sua boneca, pinta e borda, transformando magicamente a vida do Sítio do Picapau Amarelo. Para Pedro Bandeira, são as fantasias de Narizinho que constroem toda a saga de Lobato, com sua poderosa capacidade de reproduzir e criar mundos.

Nesta adaptação, Emília volta e meia reclama de Tia Nastácia não fazer as suas vontades, mas sem xingamentos nem alusões à cor da pele dessa senhora. Em Narizinho – A menina mais querida do Brasil o leitor poderá conhecer o mundo da menina pelo olhar do grande autor Pedro Bandeira. A obra é recomendada para leitores a partir de 9 anos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here