Um encontro entre o bumba-meu-boi maranhense com o violoncelo italiano, a percussão da Bahia e a música eletrônica. Esta fusão improvável, mas cheia de bossa, acaba de ser revelada em versos e melodia com lançamento da faixa “YAMÍ”, neste dia 06 de setembro. A música é fruto da parceria entre o duo de mesmo nome, formado pelo cellista italiano Federico Puppi e o percussionista baiano Marco Lobo, com a cantora e maranhense Rita Benneditto. Na canção que chega às plataformas digitais, a simbiose entre instrumentistas virtuosos com a potência vocal de Rita apresenta uma nova faceta da música regional brasileira, revelada pela conexão entre ritmos indígenas com a música afro-brasileira, eletrônica e erudita.

Com letra de Rita Benneditto, a faixa nasceu a partir da inspiração da artista ao acompanhar um show da dupla ítalo-baiana, no Rio de Janeiro. “Meu primeiro encontro com Federico Puppi e Marco Lobo aconteceu devido ao show de lançamento do CD Som e Fúria. Quando pensei na banda que poderia reproduzir a sonoridade do álbum, os nomes dos dois vieram logo à minha cabeça. A química entre Federico e Marco foi perfeita e imediata. Foi a partir desse encontro, e também de outras gravações que fizeram juntos, que resolveram criar a divina dupla Yamí. YAMÍ é também o nome da canção que fiz conduzida pela força da emoção ao ver no palco esses dois queridos e talentosos amigos. Fui arrebatada em cheio pela magia que eles emanavam tocando numa grande festa no Rio de Janeiro. A melodia e a letra de YAMÍ fluíram como os ventos que sopravam naquela noite. Quando percebi, ela estava pronta dentro de mim.” Afirma a cantora.

“YAMÍ” é o quarto pré-lançamento do álbum de estreia do grupo, que será apresentado dia 11 de outubro, com 7 faixas. Outras três músicas, Siroco, Bah’li e Baião da Onça, já foram lançadas e são um abre alas do que o público pode esperar. Em “YAMÍ” a voz de Rita, o cello e a bateria eletrônica de Federico são acompanhados por uma uma verdadeira orquestra percussiva de Marco Lobo, formada por tambor onça, pandeirão, matracas, atabaques e djembe. A dupla também assina a produção do single.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here