O Blind Pig, casa de jazz estilo speakeasy (conceito dos bares secretos dos anos 1920 nos EUA), passa a promover todas as quintas-feiras o “Clube dos 7”, uma noite temática que faz referência a sete nomes marcantes do período da lei seca da história americana, seja por incentivarem o ato rebelde do consumo proibido da bebida, como também figuras que se destacaram na época, por apoiarem a aprovação de medidas restritivas à venda do produto.

Entre os drinques oferecidos na noite do “Clube dos 7” estão o Pina Capone, que faz referência ao mais famoso mafioso da história italiana, Al Capone, e leva rum Bacardi infusionado com coco e abacaxi; o Frank Costello Mule, inspirado no gângster italiano radicado em Nova York, conhecido por dominar os jogos de azar nos EUA, que leva vodka Lilit, limão, gengibre e espuma de gengibre; o G&T Maranzano, em homenagem a Salvatore Maranzano, também mafioso que controlou durante um período o crime organizado nos EUA, com uma mistura que leva gim, limão, zimbro e água tônica; Mary Hunt, drinque que traz o nome de uma das principais ativistas pela proibição da venda de álcool do período, composto de vodka Lilit, redução de hibisco, laranja, limão taiti e manjericão; além de outras figuras célebres da máfia americana, como Lucky Lucciano, com o coquetel Negroni Lucciano, com drinque com gim, campari e vermute rosso; Big Jim, com rum Bacardi, abacaxi, limão siciliano, mel e pimenta preta; e o Salvatore Mojito, referente à família Salvatore, com rum Bacardi, hortelã, limão açúcar e água com gás.

A entrada para o Clube dos 7, às quintas-feiras, é feita mediante reserva e custa R$90, com consumo liberado dos sete drinques da carta especial da noite.

Foto: Alex Woloch.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here