Por Gabriel Neto

Frozen 2 nos traz de volta os personagens que tanto amamos desta vez ainda mais unidos e de forma única e emocionante. O enredo gira em torno de Elsa e o incômodo que ela ainda sente apesar de estar vivendo feliz em Arendelle com Anna, e seus amigos. Elsa sente que alguma coisa está a convidando à explorar o desconhecido. Ela decide, então, partir em uma jornada para conhecer o lugar presente nas histórias que seu pai costumava contar, para tentar, não apenas se descobrir, mas encontrar de onde vem esse chamado. Anna, Kristoff, Sven e Olaf se unem à ela nessa missão. E eles terão que enfrentar o seu passado e espíritos da natureza.

Frozen 2 é um filme épico, com detalhes magníficos que vão fazer os fãs amarem ainda mais. É lindo, incrível e surpreendente, com cenas intensas que nos levam do riso ao choro, o filme é de arrepiar, principalmente com Elsa. É possível sentir que a magia quase atravessa as telas do cinema e atinge a nós, espectadores.

O filme apresenta referências diretas ao seu antecessor, com humor e drama na medida certa. Também explora o passado de forma que se encaixa perfeitamente com o primeiro. O filme flue bem, porém alguns pontos da história acontecem muito rápido, poderiam ter sido explorado mais, principalmente com os espíritos da floresta, mas isso não tira a beleza e a qualidade do filme!

Um dos pontos fortes da animação é a capacidade de mostrar o amadurecimento das personagens desde o que vimos no primeiro longa. O filme é mais adulto. Anna está mais “pé no chão”, sem perder sua essência. Elsa está destemida e decidida daquilo que quer. Kristoff e Sven ganharam mais espaço, e até mesmo uma música tema para Kristoff, de uma forma bem diferente do que já foi apresentado em vários outros filmes da Disney. Olaf está ainda mais engraçado, na medida certa, servindo para quebrar os momentos de tensão no filme, além disso ele também está mais curioso, seus sentimentos são mais explorados, fazendo ele se questionar sobre a vida e seus medos, por exemplo.

Quanto a parte técnica, posso dizer que está impecável, é possível notar a preocupação dos produtores com os detalhes, como por exemplo, alguns fios de cabelo soltos, a textura de suas roupas e a pele. As cores usadas no filme são muito vivas e intensas, a forma como misturam os tons quentes e frios nos dá sensação de passagem entre outono e inverno. Em alguns momentos, as cenas se tornam mais “escuras”, para criar clima de desamparo e apreensão. É um filme lindo, que nos leva muito além das terras de Arendelle, mas também pro interior de cada personagem. Cada um deles tem seu destaque, de maneira ideal.

A trilha sonora está tão esplêndida quanto a primeira, te arrepia a cada nota! A música “Minha Intuição” (Into The Unknown) vai grudar na sua cabeça assim como foi com “Livre Estou” (Let It Go).

Como todo filme da Disney, existe uma mensagem, em Frozen 2 não seria diferente, por trás de todo o enredo é a de que devemos seguir nossa intuição e lutar por aquilo que amamos pois é isso que nos leva até a verdade, é isso que nos faz descobrir quem somos e o que realmente é importante na vida.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here