O musical “Chapeuzinho Blues” propõe um jogo cênico através da perspectiva de multi telas, “Dividimos o palco em 3 partes, onde as ações acontecem simultaneamente e a história é contada de modo não-linear”, pontua Gabriel Mazzote, diretor e especialista em produção cultural.

Em cena, 9 atores tratam de temas como empatia, obediência, empoderamento, inteligência, respeito, amor e medo, sob um recorte brasileiro. A intenção é mesclar a atual experiência das narrativas em novas mídias com as encenações das feiras medievais, onde o público passeava por múltiplos palcos, fruindo diversas possibilidades artísticas de encantamento e reflexão.

A quebra da linearidade proposta, bem como a subversão do clássico, foram inspiradas no gênero musical blues, que costura o espetáculo, criando uma atmosfera poético-musical forte para a encenação. O espectador é convidado a direcionar seu olhar com liberdade, absorvendo e construindo sua própria história.

O clássico da literatura, publicado pela primeira vez em 1697 por Charles Perrault e reformulado pelos irmãos Grimm em meados de 1800 atenta as crianças sobre alguns cuidados como: não confiar em estranhos, não revelar dados pessoais a desconhecidos e não desobedecer os pais. “Chapeuzinho Blues” se apropria da música e de um jogo cênico contemporâneo para trazer os ensinamentos de um conto arcaico para a nova geração; de maneira atualizada, onde passado, presente e futuro interagem e conversam entre si.
“Contar e ouvir histórias de enredos fabulosos, que despertam, ao mesmo tempo, curiosidades e sensações reais, secretas e confusas é uma das tarefas mais importantes da vida, contribuindo diretamente para a formação humana, psicológica e intelectual de crianças de todo o mundo”, finaliza Pedro Murad.

Serviço:
Musical “Chapeuzinho Blues”
Teatro Laura Alvim – Casa de Cultura Laura Alvim (Av. Vieira Souto, 176 )
Temporada: De 11/01 a 2/02
Sábados e domingos às 16h
Ingressos: R$25,00 (meia )
Duração: 60 min
Indicação: 3 anos

Foto: Guilherme Rezende.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here