Alguns dias antes dos primeiros casos do vírus Corona, a semana de moda (Fashion Week) acontecia ao redor do mundo. O evento que  era previsto para acontecer no Brasil, no mês de Abril, foi temporariamente adiado como medida de prevenção. Coincidência ou não, algumas marcas simularam o fim do mundo em seus desfiles nessa última temporada e hoje vamos falar sobre elas.

Para chamar atenção e fazer um alerta quanto as mudanças climáticas, a Balenciaga inundou a passarela e as primeiras filas em seu desfile na última semana de moda de Paris. Como consequência do aquecimento global, o nível do mar sobe e essa foi a representação que a marca quis usar, segundo Demna Gvsalia, diretor criativo da marca.

Além da passarela, havia no teto uma tela de LED com projeções de efeitos da natureza em fúria, sendo eles representados como as queimadas, a inundação, um ataque de pássaros e foi finalizado com um eclipse.

 

reprodução: NY times

O desfile da Fendi trouxe mulheres como verdadeiras guerreiras sofisticadas de um filme futurista. A estrutura das peças são robustas o que nos remete a dominatrix do futuro. A marca Junya Watanabe seguiu a proposta futurista da Fendi. Junya trouxe as passarelas um visual pós apocalíptico. Mulheres guerreiras, peças com estruturas fortes e tecidos resistentes que facilmente aguentariam a algumas batalhas.

E você, usaria algum look especial se hoje fosse nosso último dia na Terra?

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here