‘Fina Estampa’, novela de Aguinaldo Silva, com direção geral e de núcleo de Wolf Maya e direção de Ary Coslov, Claudio Boeckel, Marcelo Travesso, Marco Rodrigo e Marcus Figueiredo, volta ao ar, em horário nobre.

Conhecida por todo o Jardim Oceânico, região da Barra da Tijuca (Zona Oeste do Rio de Janeiro), a portuguesa Griselda Pereira (Lilia Cabral) é a melhor faz-tudo da redondeza. Há quase vinte anos, Pereirão, como também é conhecida, começou a fazer bicos quando seu marido, Pereirinha (José Mayer), faleceu. Para sustentar seus filhos Quinzé (Malvino Salvador), Antenor (Caio Castro) e Amália (Sophie Charlotte), Griselda adotou os pequenos consertos de casa como profissão. Sem vaidades nem arrependimentos, a viúva coloca o bem-estar dos filhos em primeiro lugar. A partir da próxima segunda-feira, o público vai acompanhar a história desta família na edição especial de ‘Fina Estampa’, obra de Aguinaldo Silva, com direção geral de Wolf Maya, que irá ao ar de segunda a sábado, após o Jornal Nacional.

Quinzé (Malvino Salvador), o primogênito de Griselda, dono de atitudes exemplares e bom caráter, mas não investiu nos estudos nem deu muita sorte no amor. Depois de ser abandonado pela esposa, Teodora (Carolina Dieckmann), ele voltou a morar com a mãe e garante seu ganha-pão atrás do balcão do “Tupinambar”. Mas a vida dura não o abate facilmente. Assim como a faz-tudo, o atendente levanta cedo todos os dias, cuida do filho Quinzinho (Gabriel Pelícia), o xodó de Griselda, e segue em busca de um futuro melhor.

O filho do meio é Antenor (Caio Castro), um estudante de Medicina. Único entre seus irmãos a ingressar em uma universidade, é motivo de grande orgulho para a portuguesa por sua dedicação ao curso. Antenor faz por merecer a tão necessária bolsa de estudos da faculdade, mas isso não significa que se identifique com a história de vida dos Pereira. É o desejo de morar em uma casa melhor e sem as privações com que foi criado que o estimula a estudar e garantir uma profissão bem-remunerada. Apaixonado por Patrícia (Adriana Birolli), Antenor precisa perseguir o status que sua sogra, Tereza Cristina (Christiane Torloni), exige, mas que sua família jamais teve.

Tão batalhadora quanto a mãe é Maria Amália (Sophie Charlotte), a caçula da família. O olhar meigo, a visão romântica sobre a vida e a delicadeza de suas roupas podem aparentar uma certa distância entre Griselda e a filha, mas as duas são grandes companheiras. Amália até tenta estimular a vaidade da faz-tudo, que recusa as ofertas mesmo quando se tratam dos cosméticos naturais vendidos pela moça. Amália também ajuda a cuidar da cozinha, dos irmãos e do sobrinho para aliviar a rotina da mãe.

ENTREVISTA COM LILIA CABRAL

Como você recebeu a notícia da volta de Fina Estampa?
Apesar de ter ido ao ar em 2011, ‘Fina Estampa’ traz lições que continuam sendo importantes: a minha personagem, Griselda – ou Pereirão – tem um comportamento muito honesto diante dos filhos. Ela fazia tudo em função deles e teve que sobreviver dando educação e estabilidade à família. Por isso, fiquei muito feliz ao saber que a novela está de volta. Além disso, foi uma história que fez muito sucesso entre o público. Recebemos muito carinho na época. Eu achei incrível a atitude da Globo, a responsabilidade e o respeito que a emissora está tendo com todos os profissionais envolvidos nas novelas que estão no ar atualmente, ao mesmo tempo em que é um desafio entrar para substituir ‘Amor de Mãe’, que está na boca do povo. As pessoas são apaixonadas pelos personagens que eles estão seguindo até então. Espero que todos sigam as recomendações, se cuidem, e que, enquanto isso, a gente possa, com muita humildade, representar as novelas que ficarão fora do ar. Nessas horas, a gente só torce para que tudo dê certo: para que ‘Amor de Mãe’ volte, que todo mundo curta o final, e para que as novelas que entrarão no ar agradem ao público. Agora é preciso ter um pensamento de equipe, temos que pensar em todos.

Qual a importância da Griselda na sua carreira?
A Griselda foi a minha primeira protagonista, apesar de eu sempre ter feito bons personagens. Eu vinha de uma leva de novelas do Manoel Carlos e, de repente, caiu na minha mão esse personagem criado pelo Aguinaldo Silva, com quem há muito tempo eu não trabalhava. Quando recebi os capítulos e vi o que eu tinha nas mãos, abdiquei de tudo na minha vida para poder me dedicar totalmente à novela porque eu sabia que durante um bom tempo eu seria chama de Pereirão. Foi através dela que eu pude me colocar diante de grandes personagens e de grandes protagonistas que vieram a seguir. Fui muito feliz e o público me recebeu de braços abertos. A Griselda era solar, mesmo com todos os problemas que ela tinha com os filhos e com a vida sofrida dela. Mesmo nos piores momentos, ela sabia tirar lições e também dava lições de vida para todos. O texto era muito bem escrito. Dia desses, eu sentei para assistir ao primeiro capítulo e vi até o 20.

Como você acha que o público vai receber a novela agora, oito anos depois?
Também estou nessa expectativa. Eu espero que o público receba com generosidade porque nós queremos que tudo dê certo e que depois ‘Amor de Mãe’ volte, porque eu estou louca para ver a cena em que a Lurdes descobre quem é o Domênico.

Tem alguma característica ou algo que você aprendeu com o personagem que ficou pra sua vida?
Aprendi tanta coisa com a Griselda, tantas lições. No início, levei um pouco das minhas experiências para ela: era um personagem de origem portuguesa, então, levei muita coisa da minha família, de sobrevivência, porque eu sou filha de imigrantes que vieram para o Brasil bem depois da Segunda Guerra e passaram por muitas dificuldades. Mas a vida da gente não muda: continuamos lutando e batalhando para sobreviver seja em qual for o quesito. E, se você perceber, a Griselda vai sobrevivendo até o fim da novela, como a gente. Isso só me incentiva a lutar sempre por aquilo que eu quero e acredito. A vida já tinha me ensinado isso cedo, com minha família, e depois dessa novela eu continuo lutando ainda mais por aquilo que eu acredito.

Foto: TV Globo

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here