Pearl Jam acaba de divulgar em todas as plataformas digitais a chegada de seu 11º disco de estúdio, intitulado “Gigaton”. Produzido por Josh Evans e pelo próprio Pearl Jam, este é o primeiro compilado do grupo desde “Lightning Bolt”, lançado em 2013 e premiado com um GRAMMY®.

Com 12 faixas, “Gigaton” inclui os já lançados singles “Dance Of The Clairvoyants” e “Superblood Wolfmoon”, ambos apresentados em fevereiro. Na última quarta-feira (25), o grupo divulgou, de surpresa, o 3º single do compilado, a faixa “Quick Escape’. Para anunciar a chegada do novo álbum, a banda fez uma ação espalhando diversos painéis misteriosos ao redor do mundo. Aqui no Brasil, a cidade escolhida foi São Paulo. Em janeiro, o Morumbi Shopping recebeu essa ação, que revelou a capa do novo disco do grupo aos fãs brasileiros.

Formado em 1990, o Pearl Jam comemora em 2020 a incrível marca de 30 anos de carreira, dois GRAMMYS® e cinco American Music Awards e  mais de 85 milhões de discos vendidos mundialmente. Em 2017, a banda também entrou para o seleto time de artistas que fazem parte do Rock and Roll Hall of Fame.

Muito comentada e elogiada nas redes sociais, a arte da capa de “Gigaton” traz uma foto intitulada “Ice Waterfall”, capturada pelo fotógrafo, filmmaker e biólogo marinho canadense Paul Nicklen. Tirada em Svabald, na Noruega, a imagem retrata a calota de gelo de Nordaustlandet, que se derrete em enormes quantidades de água. O engajamento e ativismo do quinteto com o meio ambiente já é bastante conhecido do público e de seus fãs.

“Fazer esse álbum foi uma grande jornada. Foi obscuro emocionalmente e confuso por vezes. Mas, ao mesmo tempo, foi uma trajetória emocionante e experimental para a redenção musical. A experiência de trabalhar com meus companheiros de banda em “Gigaton” me proporcionou mais amor, consciência e conhecimento da importância das conexões humanas nesses momentos”, explicou o guitarrista Mike McCready.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here