Iniciativas voltadas para retorno do modelo de cinema drive-in ganham força no mundo todo.

Os shoppings e cinemas foram afetados duramente o combate à pandemia. A indústria de entretenimento está com 92% dos estabelecimentos fechados já em março. Mas a necessidade de promoção da cultura de forma segura fez com que uma atividade valorizada nas décadas de 40 e 50 do século passado voltasse à tona com força no mundo: o drive-in.

Iniciativas voltadas para retorno do modelo de cinema drive-in ganham força no mundo todo. Nos Estados Unidos, o Florida’s Ocala Drive-in teve grande repercussão por exibir em telão filmes que não podiam ser exibidos por conta da crise. O país ainda contou com outros drive-ins abertos durante o mês de abril, ainda que esses não exibissem produções recentes.

Mesmo na Itália, um dos principais países afetados pela pandemia, os drive-ins devem retornar nos próximos meses. Um dos projetos com previsão para ser desenvolvido no país em breve é o CineDrive, criado pela produtora CNA Roma para a projeção de filmes para públicos dentro de automóveis.

O mesmo está acontecendo em outros países europeus como Lituânia, que aproveitou uma pista de voo para o drive-in e, até mesmo, no Irã, país no qual a prática era proibida desde 1979. De acordo com veículos de imprensa internacionais como CNN e The Guardian, a alternativa às salas de cinema tradicionais deve garantir a sobrevivência da indústria dos filmes pelos próximos meses de 2020.

No Brasil, não será diferente. A produtora cultural Brazucah pretende transformar o projeto Cine Autorama em referência dessa retomada no país. Criado há 5 anos, o projeto de cinema itinerante baseado na combinação entre carro e telões já realizou mais de 180 eventos no Brasil, atendendo 42 mil pessoas em 70 cidades.

Conforme, o cenário em relação à pandemia segue indefinido, a equipe do Cine Autorama se mantém ativa e já negocia para o retorno das atividades ainda no primeiro semestre de 2020, com datas a depender da liberação por parte das administrações estaduais.

A retomada das atividades também se verifica em outros serviços drive-in similares como o Cine Drive-in Brasília, que voltou às atividades na capital federal em 24 de abril.

Para o retorno em 2020, o Cine Autorama irá exibir filmes, assegurando que as pessoas possam sair de casa sem correr riscos de contaminação e sem desrespeitar o isolamento em si. Para isso, o projeto conta com a consultoria de um infectologista que definiu protocolos de segurança para equipe e público. “A proteção oferecida pelo carro representa uma oportunidade de garantir lazer a públicos ávidos por entretenimento e a retomada do trabalho no segmento cultural, duramente afetado pela pandemia”, afirma Marco Costa, idealizador e coordenador do projeto.

Foto: divulgação brazucah

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here