São Paulo Companhia de Dança anuncia sua programação.

A partir do dia 22 de maio, às 18h, o público vai poder conferir na íntegra a obra “GEN”, primeira criação de Cassi Abranches para a Companhia. Na obra de 2014, Cassi parte de memórias corporais e dos impulsos da trilha composta por Marcelo Jeneci e Zé Nigro para construir uma cena contemporânea. O trabalho marca a saída de Cassi dos palcos, enquanto bailarina, para se aprofundar na criação de coreografias forte e marcantes.

A obra será disponibilizada também com opção de audiodescrição, em um projeto de acessibilidade realizado pela Mais Diferenças. Este é um modo de a SPCD oferecer às pessoas com deficiência visual um contato mais aprofundado com a experiência da dança também no ambiente virtual. O espetáculo ficará disponível gratuitamente, em suas duas versões, para visualização sob demanda, por 15 dias. Ao fim do período, uma nova criação entrará em cartaz sempre às sextas-feiras.

A estreia  será antecedida por minidocumentários que apresentam bastidores e curiosidades sobre essa criação. Eles vão ao ar nas redes sociais da Companhia a partir do dia 20 de maio.

O bailarino Joca Antunes fará uma Live no perfil da Companhia no Instagram, no dia 27 de maio, às 19h, onde comenta trechos de “O Sonho de Dom Quixote” (2015), um clássico moderno assinado por Márcia Haydée, a partir do original de Marius Petipa (1818-1910) inspirado em um capítulo da obra de Miguel de Cervantes (1547-1616).

A SPCD apresenta dois novos projetos. No primeiro, batizado de “Aulas Abertas”, o público poderá entrar em contato com a rotina de condicionamento dos bailarinos durante esse tempo de isolamento social. Adaptadas ao contexto atual e às limitações do espaço doméstico, as aulas serão transmitidas quinzenalmente, sempre às terças e quintas, ao vivo, no perfil da companhia no Instagram.

No dia 26 de maio, às 10h, o professor Lars Van Cauwenbergh ministra uma aula de balé clássico. Já no dia 28 de maio, às 14h, é a vez do gerente de ensaio da SPCD, Milton Coatti, conduzir uma aula de dança contemporânea.

O segundo projeto são as “Oficinas de Capacitação Técnica”, voltadas aos interessados em desbravar as múltiplas atividades que envolvem a construção de um espetáculo de dança. A primeira oficina terá como tema Produção Audiovisual em Dança: Registros de Espetáculos. Ela acontece no dia 29 de maio, às 15h30, em formato digital, pela plataforma Zoom. A condução será do Coordenador de Memória da Companhia, Charles Lima, e a mediação será da Coordenadora de Comunicação e Educativo, Amanda Queirós.

Nesta atividade, os inscritos irão descobrir como aperfeiçoar os registros de criações em dança. Partindo do acervo audiovisual da SPCD, a oficina vai discutir possibilidades estéticas para esse tipo de conteúdo, abordando diferenças técnicas desde a captação de imagens com câmeras profissionais até smartphones e também dando orientações de como obter melhores ângulos ou planos para cada tipo de registro, entre outros assuntos. A inscrição é gratuita e já pode ser feita no site da Companhia.

O selo #SPCDdigital abrange ainda o fortalecimento do streaming dos documentários Figuras da Dança, que apresentam a história da dança no País a partir de depoimentos em primeira pessoa de grandes personalidades da área. Neste período, serão destacados documentários com Maria Pia Finócchio e Nora Esteves.

Foto destaque: Paulo Caldas

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here