Com o intuito de trazer para o público informações relevantes e atualizadas, contribuindo para a gestão do conhecimento, o Centro da Memória da Eletricidade no Brasil, neste período de isolamento social, vem desenvolvendo uma série de “lives” sobre temas ligados à saúde, gestão, comunicação e, é claro, memória, em seu Facebook.

O próximo bate-papo, que acontece no dia 1º de julho, às 16h, terá a participação especial do Gerente de Comunicação, Instituto Light e Centro Cultural, Luís Felipe Younes do Amaral, que vai falar sobre a importância do Acervo Histórico da Light, seus espaços educativos e culturais como Centro Cultural Light e o Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos, além do compromisso histórico da empresa mesmo diante da pandemia provocada pela Covid-19.

“Reinvenção. Essa é a palavra que mais ilustra o atual momento vivido por nossos espaços educativos e culturais. Foi preciso fechar todos os locais de visitação física da Light, mas conseguimos transformá-los, de forma lúdica e didática, em conteúdo para as plataformas digitais como o site do Museu Light da Energia, as redes sociais do Centro Cultural Light (@centroculturallight) e os novos produtos digitais criados pelo Parque Arqueológico e Ambiental de São João Marcos” declara Luís Felipe Younes do Amaral.

No bate-papo promovido pela Centro da Memória da Eletricidade no Brasil, a Light  destaca ainda compromisso da empresa com a população no âmbito educativo, social, cultural e, principalmente, com o resgate e a importância da história que vem sendo construída em tempos difíceis.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here