O documentário Indianara  traz um retrato da revolucionária Indianara Siqueira, matriarca e fundadora da Casa Nem, abrigo no centro histórico do Rio de Janeiro voltado para pessoas LGBTIs em situação de vulnerabilidade. O filme é dirigido pela francesa Aude Chevalier-Beaumel e pelo brasileiro Marcelo Barbosa.

O documentário produzido pela Santaluz e com distribuição digital da O2 Play estreia diretamente nas plataformas digitais. A primeira exibição no Brasil será pelo iTunes, Google Play, NOW, Looke, Vivo Play e Amazon a partir do dia 25 de junho. A estreia internacional em 195 países acontece no dia 05 de julho pelo MUBI.

Vegana, anticapitalista e puta, como se define, Indianara milita não só pela sobrevivência das pessoas LGBTI, mas também pelos oprimidos da sociedade em geral. Prestes a completar 50 anos, e às vésperas de se casar, ela vislumbra abandonar a luta política das ruas. Mas, diante da perda da companheira de luta, Marielle Franco e do avanço do totalitarismo no Brasil, ela busca forças para embrenhar-se em um último ato de resistência.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here