Programação que fala da inclusão de pessoas LGBTQIA+.

Com o intuito de integrar artisticamente as questões da diversidade sexual e de expressão de gênero, o Festival PLURAL – Música e Diversidade promove nos dias 25 e 26 de julho, a partir das 16h, um evento on-line com uma programação que fala da inclusão de pessoas LGBTQIA+. O festival contará com a cantora, atriz e performer Tita Maravilha como apresentadora.

O festival contará com atrações musicais, oficina, palestras e os bate-papos com os temas “A música como Fator de Empoderamento LGBTQIA+” e “Enfrentamentos da Cultura LGBTQIA+ nas Políticas Atuais”, além do lançamento do aplicativo com Mapeamento e Guia Cultural LGBTQIA+ do DF.

O Festival PLURAL – Música e Diversidade representa uma necessidade em manter-se firme na inclusão, democratização, pluralidade e reflexão acerca da diversidade. Além de ser um difusor cultural das singularidades de cada artista para o meio cultural do Distrito Federal.

Dentro do festival também ocorrerá o lançamento do aplicativo com Mapeamento e Guia Cultural LGBTQIA+ do DF. A iniciativa consiste em uma ação de pesquisa, registro e identificação do panorama de manifestações artísticas e culturais representativas para a população de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, queers, intersex, assexuados, não-binarios, pansexuais e entre outras formas de identificação de gênero e sexualidade no Distrito Federal. O objetivo é realizar um levantamento aberto sobre a diversidade de expressões e linguagens artísticas e produtoras de significados para o segmento cultural LGBTQIA+.

As áreas de atuação relacionadas no aplicativo são: Artes Cênicas, Artes Visuais, Comunicação, Cinema, Fotografia, Dança, Produção, Equipe técnica para projetos culturais, Jogos Eletrônicos, Apps, Sites, Literatura, Influencers, Youtubers, Moda e Música.

O Lançamento do aplicativo Plural – Mapeamento LGBTQIA+ do DF está previsto para a segunda quinzena de julho e poderá ser baixado pelos links: Site: www.festivalplural.com.brInstagram , Facebook e Youtube: festival.plural

“Queremos garantir uma transmissão de informações com maior qualidade e comprometimento com as causas sociais podendo, então, elaborar ferramentas capazes de formar e informar a sociedade brasileira sobre seus direitos humanos. Além disso, reforçar os papéis assumidos por cada cidadão na construção de uma sociedade mais justa, humana, solidária e com pleno acesso aos direitos concedidos na Constituição Brasileira”, diz Yuri Rocha.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here