Série Teatro #EmCasaComSesc completa um mês de programação.

Toda segunda, quarta, sexta e domingo, às 21h30, tem um monólogo interpretativo diferente transmitido ao vivo direto da casa dos artistas.

Foto: João Caldas

Na segunda-feira, 15, o ator Cassio Scapin encena “Eu Não Dava Praquilo”, um monólogo cômico dramático a partir da biografia da atriz e diretora paulista Myrian Muniz (1931-2004). A apresentação, que traz passagens da vida pessoal e profissional da homenageada, pretende ser uma ode ao ofício teatral e a sua importância como agente de transformação tanto individual quanto social. O roteiro é do próprio Scapin e do poeta Cássio Junqueira, e a direção leva assinatura de Elias Andreato. Classificação indicativa 16 anos.

Na quarta, 17 de junho, tem a atriz carioca Clara Carvalho em “A Mais Forte”, com texto do dramaturgo sueco August Strindberg. A obra foi escrita em 1889. “A Mais Forte” traz a história de uma senhora que, ao ver em outra mesa sua rival na carreira artística e suposta amante do seu marido, vomita cobras e lagartos. Muito adaptada para a televisão, no Brasil ela já foi encenada por Nathália Timberg no grande Teatro Tupi. “A Mais Forte” tem classificação livre.

Enfim, no fim de semana, na sexta-feira, 19, é a vez de conferir o espetáculo documentário “Contos Negreiros do Brasil”, com o ator Rodrigo França em um monólogo sobre a condição real e atual da negra e do negro no Brasil.

 Sob direção de Fernando Philbert, o espetáculo é uma espécie de peça-aula que leva o público a presentificar índices estatísticos, contextualizados com cenas que reproduzem dores, paixões, medos, alegrias e angústias. Classificação indicativa 14 anos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here