Álbum conta com participações de Chris Martin, Stormzy, Naughty by Nature, Youssou N’Dour e Sauti Sol.

Burna Boy lança nesta sexta-feira, dia 14 de agosto, o álbum “Twice As Tall” em todas as plataformas digitais. Quinto projeto de estúdio do artista nigeriano, “Twice As Tall” foi produzido durante o período da pandemia por Sean “Diddy” Combs, Bosede Ogulu e pelo próprio Burna Boy.

Gravado, principalmente em Lagos, na Nigéria, “Twice As Tall” traz uma
variada mistura de sonoridades em 15 faixas, 11 produzidas por produtores nigerianos – dessas, oito são assinadas pelo Spaceship Collective. O álbum conta ainda com participações de Chris Martin, Stormzy, Naughty by Nature, Youssou N’Dour e Sauti Sol.

“‘Twice as Tall’ é um álbum que fala de um período da minha vida. É um trabalho sobre a luta por liberdade. Um álbum sobre a vida como um todo, a vida real, as coisas boas e ruins, os momentos felizes, tristes, e aqueles que foram memoráveis”, revela Burna.

Aliás, o novo trabalho apresenta um álbum com raízes africanas fortes e reais, mesclado a um som contemporâneo que conversa com todas as raças e nações, trazendo mensagens necessárias com um som melódico e poderoso, que está cada vez ressoando mais alto.

Além disso, Burna Boy também anunciou a publicação de “The Secret Flame”, uma história em quadrinhos biográfica, narrada por seu avô Benson Idonije (jornalista, crítico musical e empresário do lendário músico Fela Kuti). A história também ganhou uma animação que mostra Burna Boy numa jornada de autodescoberta, enquanto segue seu caminho rumo ao sucesso global. Para assistir, clique aqui!

Fazendo um paralelo entre as realizações, vulnerabilidades e, ao mesmo tempo, uma mensagem forte de perseverança em tempos de incerteza, “Twice As Tall” mostra o poder do afrofusion, gênero criado por Burna Boy. “Alarm Clock”, por exemplo, produzida por P2j e coproduzida por Diddy, é um daqueles sons únicos que glorificam o gênero difundido pelo artista nigeriano.

Entre os destaques do projeto, a faixa “Monsters You Made”, produzida por LeriQ, traz Burna Boy e Chris Martin (Coldplay) numa fusão de reggae e rock. A faixa faz um protesto contra a falta de educação, aborda a injustiça histórica e social do Delta do Níger, na Nigéria, a tomada de terras e recursos africanos, o racismo, a brutalidade policial e a corrupção.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here