Dirigido pela dupla Fergus Grandy e Noel Smith, Caminho da Superação conta a trajetória de superação entre seis peregrinos que percorrem a histórica rota de 800km no Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, em busca de superar dramas pessoais e físicos. O filme , aliás, chega direto no streaming no dia 30.

Exibido internacionalmente e aplaudido em diversos festivais, Caminho da Superação apresenta uma grande lição, atrelado à metáfora que o sustenta, é a composição em cima do ato de caminhar, como ato que redime e purifica. Ao longo do documentário, vemos essa jornada de peregrinação revelar certo tipo de redenção, como se fosse uma jornada de expiação, ao algo do tipo. Por fim, no fim das contas, se torna uma valorosa ode à natureza errante do ser humano, opondo o nomadismo do filme aos valores vigentes de uma sociedade predominantemente sedentária.

Há aqui uma diversidade muito interessante nas histórias que somos apresentados. Ao longo do trajeto, conhecemos mais dos personagens, de suas vidas e seus objetivos. Além disso, a singularidade de cada uma delas é captada de forma elegante pelos diretores que escolhem por ângulos e enquadramentos distintos, para pessoas distintas. Não se trata de um documentário usual, com narrações e entrevistas estáticas, o protagonista é o trajeto.

Ainda assim, não há uma exploração mais aguda do terreno externo, com tomadas mais abertas e uma contemplação do ambiente em si. O trajeto é o protagonista, ao colocarmos a visão de cada um dos peregrinos em cheque, de modo que essa imagem mental criada vale muito mais como conceito do que de fato fruição estética da imagem. Mesmo com o clima aparentemente propício, os diretores escolhem por não se usarem da locação externa, deixando, de certa forma, o documentário dentro de um mesmo “guarda-chuva” formal. Desse modo, a narrativa fica um pouco monótona em alguns momentos.

Caminho da Superação é uma espécie de road movie que tenta mesclar a história pessoal de pessoas reais, com problemas e questões reais, além de demonstrar imageticamente a beleza natural que ouvimos tanto ser falada e exibida na voz dos entrevistados. Ele consegue se sair muito bem na primeira tarefa e não tanto na segunda.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here