A HNT (ex-Hot n’Tender) vai abrir mais 6 lojas até o final de 2020 nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo, em modelos de shopping e contêiner, movimentando mais de R$ 2 milhões. A HNT fechará o ano com 20% de crescimento no número de lojas, 10 a mais do que em 2019, totalizando 47 unidades abertas.

Segundo Daniel Lazary, diretor executivo de operações, o reaquecimento do mercado veio com a reabertura das lojas, em junho, depois de um vácuo de 3 meses (março, abril e maio) devido ao pico da pandemia.

“De março a maio com as lojas fechadas em todo o país, voltamos os investimentos para o delivery nas franquias através de parcerias com marketplaces. Ainda durante a pandemia, realizamos negócios para novas lojas e repasses. Com o início da reabertura, reiniciamos o ciclo de inaugurações com as unidades de Barbacena em Minas Gerais e Araras São Paulo. Agora sentimos o mercado reaquecido para 2021. Já atingimos 80% do nosso faturamento pré pandemia em setembro”, revela.

Um dos trunfos da rede para enfrentar essa crise do Covid-19 foram as parcerias formadas com marketplaces para promoções no delivery. Hoje o delivery se consolidou e mesmo depois das reaberturas responde por 30 a 40% do faturamento nas lojas que investiram em tecnologia, com a criação de apps próprios.

Em novembro a Foodbrands inaugura a primeira franquia do quiosque Pepê, segunda marca da holding, que sofreu um rebranding para voltar ao mercado nesse formato. Será no shopping RioSul, no Rio de Janeiro. Por ter um investimento mais acessível – R$ 115 mil – os gestores da marca estão apostando no crescimento em 2021, com expectativa de abrir 12 lojas em shoppings.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here