Música mais ouvida de Noel Rosa é “Feitiço da Vila”.

Mesmo após tanto tempo, Noel Rosa (ainda) é um dos nomes mais emblemáticos da música brasileira. E há muito que se comemorar nesse sentido! O cantor e compositor carioca Noel de Medeiros Rosa é considerado um dos mais relevantes artistas brasileiros, sua obra ultrapassa 300 canções, apesar de sua morte prematura, aos 26 anos, de tuberculose.

Conhecido por Poeta da Vila, Noel Rosa cantou Samba-canção, Choro, teatro musicado e marchinhas de carnaval, além de retratar mudanças culturais e políticas de sua época, no início do século 20, Noel deixou sua marca registrada com uma linguagem única nas canções populares, em um período curto, de sete anos, entre 1930 e 1937. Aliás, Dentre suas canções mais marcantes estão “Fita Amarela”, “Com que Roupa?”, “Palpite Infeliz”, “Três Apitos”, dentre outras tantas.

De acordo com o ECAD (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) a canção “Feitiço da Vila”, em parceria com Oswaldo Gogliano, fica em primeiro lugar dentre suas interpretações, seguida de “As pastorinhas” , com Braguinha, “Conversa de Botequim” e “Feitio de Oração” , ambas parcerias com Vadico, e “Pierrot Apaixonado” , parceria com Heitor dos Prazeres.

Além disso, canção “Conversa de Botequim”, composição em parceria com Vadico, escrita em 1935, é sem dúvida uma das de maior destaque de Noel Rosa, tendo sido executada incrivelmente mais de 880 mil vezes no Spotify, já foi, inclusive, regravada por uma série de cantores de renome como Dorival Caymmi, Chico Buarque, Maria Rita, João Nogueira e Diogo Nogueira, definitivamente, um retrato típico e bem-humorado dos clientes abusados frequentadores de bares cariocas.

Mais recentemente, a sambista Teresa Cristina, em 2018 gravou o álbum “Teresa Cristina canta Noel”, trazendo um disco com diversas canções simbólicas do cantor, uma forma de homenageá-lo e levar seu legado para as gerações futuras. No disco são cantadas músicas como “Filosofia”, “O X do Problema”, “Não tem tradução”, “Deixa de ser convencida” e “Onde está a honestidade”.

Noel Rosa foi homenageado em filmes e peças de teatro. Em 2010 a Escola de Samba Unidos de Vila Isabel, apresentou o enredo do carnaval com o samba “Noel: A presença do Poeta da Vila”, de autoria de Martinho da Vila. Conheça o samba!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here