Projeto também prevê uma projeção on-line  com algumas das fotografias da exposição.

O projeto “A Rua” promoverá, entre os dias 25 de janeiro e 28 de fevereiro de 2021, uma exposição de fotografias de Aleta Valente, Luiz Baltar, Thaís Alvarenga, Sallisa Rosa e Ratão Diniz. A mostra será totalmente virtual, pelo Instagram, com acesso livre e gratuito.

Os artistas serão responsáveis pela realização de registros nas ruas do Rio de Janeiro. Os cinco têm suas trajetórias fundamentadas na reflexão sobre a coletividade e o espaço público. E o público também poderá participar, oferecendo sua própria perspectiva da cidade.

Cada fotógrafo convidado vai expor seu trabalho no perfil oficial do projeto, por uma semana. Dessa forma, teremos cinco semanas de intensa troca com o público, que terá a oportunidade de interagir por meio das hashtags #aRuaNoRio e #ProjetoaRua. Fotos postadas com as hashtags poderão ser incluídas na exposição. Com o intuito de provocar o espectador, o projeto questiona e propõe pensamentos sobre o uso do espaço público, mais especificamente da rua:

“Não estamos atrás das grandes pautas, da cidade-monumento, famosa e espetacular, pelo contrário; buscamos as ‘pedrinhas miúdas’, como diz o historiador Luiz Antônio Simas: as histórias e imagens periféricas, que escapam das narrativas hegemônicas”, conta Rony Maltz.

Quanto à realização da mostra durante a pandemia do Coronavírus, Maltz explica que se a rua já era um espaço de disputas antes do isolamento social, ela agora corporifica o risco invisível da Covid -19. “A pandemia mudou as dinâmicas da rua, e será interessante ver como isso se reflete no trabalho dos fotógrafos. Cada um terá liberdade total para determinar a pauta e planejar o seu próprio roteiro”.

“Todos seguirão as recomendações dos órgãos de saúde competentes para a sua proteção pessoal e de terceiros. Assim, as limitações impostas à circulação e à atuação do fotógrafo (ou à de qualquer cidadão) na rua vão se revelar inevitavelmente no resultado do projeto, servindo também como registro desse momento ímpar que atravessamos”, diz Rony Maltz.

Ao final da intervenção será realizado um bate-papo on-line com dois dos cinco fotógrafos e o curador Rony Maltz. O projeto “A Rua” contará com a participação do público. O projeto também prevê uma projeção on-line (fotocineclube) com algumas das fotografias da exposição.

 Rony Maltz é artista visual e professor, mestre em Fotografia pelo ICP-Bard College (NY) e doutorando na Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde desenvolve pesquisa sobre fotografia.

De acordo com ele, este não é um projeto de documentação, no sentido de querer revelar e arquivar todas as feições da cidade. O objetivo da mostra é imaginar, surpreendentemente, as cidades invisíveis einvisibilizadas, que só aparecem, certamente, quando se olha de perto, no nível pedestre; as cidades que brotam nas brechas, das frestas, de personagens esquecidos e paisagens não cantadas pela bossa nova.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here