Um Tio Quase Perfeito 2Passado o desafio do primeiro filme, Marcos Majella se tornou, certamente, o tio mais legal de todos cativando o amor dos sobrinhos, porém, o tio Tony, agora, terá que lidar com o tio Beto (Danton Mello), em Tio Quase Perfeito 2. Nesse novo longa, Tony vai ter que enfrentar o rival sem perder a confiança de sua família no processo.

Dentro da cinematografia nacional existem diversos tipos de filmes cômicos. Alguns mais escrachados, outros que usam a comédia para trazer críticas sociais, mas o tipo que mais tem sucesso é o entretenimento puro. Um Tio Quase Perfeito 2 é exatamente esse o caso, ele se assume totalmente como entretenimento de censura livre para todas as idades. O roteiro consegue gerar comédia mesmo com tiradas simples e até infantis apostando no carisma de Majella, o que também é um acerto. Não é uma trama original, é praticamente uma extensão do terceiro ato de Uma Babá Quase Perfeita, já que o personagem de Danton Mello interpreta o namorado de sua irmã, assim se tornando seu rival.

Como o clima do filme é tão leve, as atuações são condizentes com seus estereótipos, mesmo os mais exagerados. Ninguém ali tenta ser um ganhador do Oscar, na verdade eles assumem a face cômica e familiar que é proposta.

A produção é simples e solar, que traz uma fotografia aberta, aproveitando até a última gota o carisma de seu protagonista. Aliás, esse é o tipo de filme perfeito para as férias infantis com uma trama simples, direta, elenco carismático e comédia sincera.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here