Foto: Cristina Granato

“VAMOS AGUARDAR SÓ MAIS ESSA AURORA”, encenado e premiado há 40 anos, com texto montado de Wilson Sayão, um dos dramaturgos mais festejados das décadas de 80 e 90, retorna à cena.

A peça estreia em 02 de março, ao vivo, gratuitamente, de forma híbrida – parcialmente presencial e em plataforma virtual, direto do palco do Teatro Petra Gold – e fica em cartaz durante os dias 9, 16 e 23 de março, com retransmissão de quinta a domingo, entre 25/03 a 04/04.

“A peça fala da vida, da condição humana. O casal retratado, no espetáculo, somente se reconhece um no outro, só há interação entre eles. Possuem o sentimento de espectadores e não atores de suas trajetórias, vidas”, detalha Sayão.”VAMOS AGUARDAR SÓ MAIS ESSA AURORA” é um projeto do casal de atores Pedro Medina e Fabi Oliveira; sob direção de Lucio Mauro Filho (tio de Pedro); supervisão de Amir Haddad; com realização da Miniatura 9 Produções.

Trabalhar em família pode ser muito difícil, porém a afinidade artística é o que uniu essa trupe. “É uma árvore genealógica. Somos todos Amir. Meu mestre Ivan de Albuquerque sempre me levava para assistir ao Amir. Meu irmão mais velho trabalhou com ele. Pedro e Fabi são atores do Tá Na Rua. Foi através do Amir que meu sobrinho tomou parte e se encantou pela dramaturgia do Sayão. É um luxo termos uma figura tão importante conosco” revela o diretor Lucio Mauro Filho. Para complementar a rede familiar, Kika de Medina, também tia de Pedro, assina o figurino da peça.

VAMOS AGUARDAR SÓ MAIS ESSA AURORA promove o reencontro entre dramaturgo e supervisor da direção. “Tenho o Sayão permanentemente na minha gira dos grandes orixás do teatro brasileiro. Estudo sua obra e o recomendo sempre para qualquer pessoa que me pergunte sobre um autor brasileiro de qualidade. Uma das minhas referências, reconhecido por sua vasta dramaturgia e criação das personalidades que compõem a humanidade das variadas personagens. Um escritor de primeira grandeza, com um valor literário que só não é maior que o valor dramático e de originalidade que as obras dele têm”, comenta Haddad.

A direção do espetáculo caminha para a simplicidade. Um casal que tomou uma decisão drástica e agora faz uma reflexão sobre o porquê dessa decisão. A trilha é minimalista e o figurino, de Kika de Medina, é cotidiano. Paulo Denizot fará a ambientação cênica e a luz – grande companheira dos atores – que ajuda a contar a história.

”Tive oportunidade de operar a luz na montagem de “Uma Casa Brasileira”, com direção do Marcus Moraes. Fui arrebatado pelos diálogos e a brasilidade de Wilson Sayão”, explica Lucinho. Já Amir Haddad brinca, “o supervisor é como Deus, que dá aos homens o livre arbítrio e depois fica lá do alto corrigindo as bobagens que o homem vai fazendo com o seu próprio livre arbítrio. Uma suprema pretensão, uma vontade de ser Deus”.

A ideia de montar o texto é de Pedro Medina e surgiu no TCC que escreveu sobre a obra de Wilson Sayão, na Faculdade da CAL.“Eu e o Pedro queríamos fazer uma peça juntos. Através da monografia, Pedro fez uma pesquisa detalhada sobre a obra do Sayão. Quando ele me apresentou “VAMOS AGUARDAR SÓ MAIS ESSA AURORA”, a identificação foi automática e decidimos montar o espetáculo. Apesar do tema delicado, a peça tem humor. Várias vezes, durante o dia, eu e o Pedro nos olhamos e começamos a rir. Percebemos o quanto somos parecidos com essas personagens, principalmente na comicidade”, conta a atriz Fabi Oliveira, esposa de Pedro e coidealizadora do projeto.

SERVIÇO
“VAMOS AGUARDAR SÓ MAIS ESSA AURORA”
Apresentações presenciais e online (Transmitidas direto do palco do Teatro Petra Gold)
Dias 2, 9 16 e 23 de março, 20h, às terças-feiras
INFORMAÇÕES E INGRESSOS – www.teatropetragold.com.br

Retransmissão online
De 25 de março a 04 de abril
Quinta, sexta, sábado e domingo,
Transmitidas através da plataforma espetaculosonline.com e do canal da Miniatura9 no YouTube .

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here