Foto: Renato Mangolin

Encenado no casarão do Solar do Jambeiro, em Niterói, o infanto-juvenil “Circo de Pulgas” será disponibilizado gratuitamente no Youtube, de 10 (a partir das 11h) a 18 de abril, resgatando a nostalgia do circo-teatro itinerante em família.

“Circo de Pulgas” mescla palhaçaria, a música, a poesia e o teatro de formas animadas, a dramaturgia e direção de Flávia Lopes nos conduze para a história da sonhadora Ermínia Tcha Tcha, última artista da sua geração. Filha, neta, bisneta e tataraneta de figuras ancestrais do circo-teatro, ela continua montando a lona do Estrela Prateada em lugares difíceis de acessar. O espetáculo é uma metáfora do artista que tem como ofício mostrar o mundo com olhos de poesia a quem ainda não o viu.

A trajetória deste circo-teatro é contada e vivida pela idealizadora do projeto, a atriz Vanessa Dias, ao lado de seres inimagináveis como o homem-pássaro e Shirley, a pulga acrobata. A personagem, uma figura que “não faz nada certo”, como sua mãe pensou alto, era o orgulho do pai, o grande palhaço Bartholo, que dizia que ela nasceu mesmo foi para ser palhaça. O Estrela Prateada é um circo-teatro que carrega uma certa nostalgia de um passado glorioso que não existe mais.

“Ermínia Tcha Tcha é um ser poético, que tem amor pelo seu ofício e muito orgulho de ser palhaça. A relação com o passado reacende a memória de algo que está no imaginário de uma infância não cronológica, que vê beleza e graça em uma trilha de formigas no caminho, na vida em um ovo de pulga, na lagarta que vira borboleta, no algodão doce que desmancha na boca e no cheirinho de café no fim da tarde”, destaca Flávia Lopes, convidada por Vanessa Dias para escrever e dirigir esta montagem.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here