Em comemoração do mês do orgulho LGBTQIA+, o Canal Brasil reestreia séries documentais sobre o tema. As escolhidas foram “Outras Brasileiras”, “Favela Gay – Periferias LGBTQI+” e “Transgente”. As três produções trazem dilemas, histórias de luta e a rotina da população LGBTQIA+ no Brasil.

“Outras Brasileiras” reestreia na segunda, dia 14, às 12h30 e os cinco episódios serão exibidos, sempre às 12h30, até sexta, dia 18; “Favela Gay – Periferias LGBTQI+” chega na segunda, dia 21, às 12h30, e estará no ar de segunda a sexta nesse mesmo horário até dia 02 de julho e “Transgente” vai ao ar toda segunda, às 23h30, a partir do dia 28.

“Outras Brasileiras” retrata a vida de mulheres transexuais periféricas. A série documental é produzida pela AfroReggae Audiovisual e dirigida por Diego Dadalt. São cinco episódios, cada um com um aspecto específico da rotina das personagens, como saúde e trabalho. A produção conta com entrevistas, em que as convidadas lembram da aceitação da própria identidade, de questões familiares e dificuldades ao conseguir um emprego, por exemplo.

Em “Favela Gay – Periferias LGBTQI+”, o cineasta Rodrigo Felha expande o roteiro do longa-metragem “Favela Gay” e segue por outras localidades para entender como é a rotina da população LGBTQI+ fora dos grandes centros. A série visita várias comunidades pelo Brasil e reúne diversos depoimentos de homossexuais, que relatam sobre a soma de preconceitos sofridos, por causa da classe social e orientação sexual.

“Transgente” conta com seis episódios, cada um sobre a história de um transgênero brasileiro. A série aborda as histórias de luta e sobrevivência dos personagens, visitando lugares e entrevistando pessoas marcantes em suas vidas. A atração traz uma reflexão necessária, principalmente para o país que mais assassina travestis e transexuais no mundo, segundo estudo publicado em 2016 pela ONG europeia Transgender Europe (TGEu).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here