Cidade dos Palcos
Foto: Michele Manoel

A cidade de São Paulo é considerada a principal capital cultural do Brasil e uma das 12 Capitais Culturais do Mundo, sendo o local de origem de diversos movimentos artísticos e estéticos ao longo da história do século XX. Aliás, em São Paulo temos o maior mercado cultural do país e o teatro é um dos seus principais pilares, com todos os estilos de peças em cartaz.

A capital paulista com tantos Teatros apresenta uma história riquíssima que será contada no espetáculo “Cidade dos Palcos” pela Azenha de Teatro em versão on-line a partir do dia 19 de junho até 14 de julho, sempre as 20h. A peça apresenta a história do Teatro de São Paulo, através imagens de locais e encenações que remontam à fatos e estéticas das artes cênicas na cidade, desde o teatro Anchietano até os mais contemporâneos movimentos de teatro de grupo.

A encenação simula um documentário, com personagens contando suas versões e visões sobre os locais emblemáticos do teatro em São Paulo. Seus depoimentos, divertidos e informativos, revelam as histórias e momentos das artes cênicas na cidade, desde a fundação, com o teatro anchietano, passando pela profissionalização da produção teatral e o desenvolvimento do teatro de grupo. Os locais dos acontecimentos são apresentados ao público juntamente com cenas que ilustram as estéticas, autores, artistas e movimentos.

No Teatro Anchietano, é construída uma cena do texto “O Auto da Festa de São Lourenço”, do Padre José de Anchieta. Para abordar o contexto da construção do Theatro Municipal de São Paulo, é apresentado um trecho da peça “Hamlet”, de William Shakespeare. Ao apresentar a história do Teatro Brasileiro de Comédia, ocorre um trecho de “Esperando Godot”, de Samuel Beckett. Como forma de apresentar o momento histórico vivido pelo Teatro de Arena, é mostrado ao público um trecho de “Eles Não Usam Black Tie”, de Gianfrancesco Guarnieri, “O Rei da Vela”, de Oswald de Andrade, ilustra o surgimento do Teatro Oficina, e “Seis Personagens à Procura de um Autor” em uma metáfora para apresentar o movimento teatral existente na Praça Roosevelt.

“Cidade dos Palcos” desconstrói a imagem do teatro apenas como ferramenta de lazer e entretenimento, enfatizando a importância do teatro no contexto educacional, cultural, artístico, político e de desenvolvimento social. Além disso, ao trazer esta obra em um período pandêmico, a Azenha de Teatro reforça a preservação das artes do palco em momentos extremos, para que os Teatros possam estar lotados novamente, assim que possível.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here