A Sala Cecília Meireles apresenta um concerto restaurado de Radamés Gnattali, na sexta-feira, dia 2 de julho e sábado, dia 3 de junho, sempre às 19 horas, com transmissão pelo YouTube e pela TV Alerj. Aliás, o concerto faz parte da Série Orquestras, sob a regência de Ira Levin, tendo como solista a harpista Liuba Klevtsova.

No programa, obras de Ottorino Respighi (1879 – 1936), Claude Debussy (1862 – 1918). Radamés Gnattali (1906 – 1988) e Ernest Bloch (1880-1959)A Temporada 2021 da Sala Cecília Meireles tem o patrocínio da PETROBRAS.

O Concerto para Harpa e Orquestra foi composto em 1957 por Radamés Gnattali, e até recentemente sua partitura era manuscrita, o que dificultava sua divulgação. “Havia até uma mancha escura de água em várias folhas”, relembra Roberto Gnatalli, sobrinho do compositor. Além disso, graças à Academia Brasileira de Música, a peça foi inteiramente restaurada e digitalizada, num trabalho de editoração e musicologia com uma equipe formada por José Staneck, Marcílio Lopes e o próprio Roberto Gnatalli. Para Liuba Klevtsova, russa que está no Brasil desde 2000 e primeira harpista da OSESP, o resgate da peça é “uma vitória e permitirá sua divulgação internacional”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here