A cultura do cancelamento na internet é o tema do  documentário Vou Te Cancelei que estreia no GNT na próxima quinta, dia 03 de junho, às 22h30.

Dividido em três atos, Vou Te Cancelei discute e critica o fenômeno do linchamento virtual de pessoas por conta de erros que cometeram ou de atitudes que não corresponderam às expectativas dos demais usuários das redes sociais.

O filme analisa as origens e os efeitos sociais e psicológicos do cancelamento na sociedade e os meios para reverter esse comportamento, partindo de entrevistas com especialistas em diversas áreas do conhecimento humano, como filósofos, cientistas de redes sociais e algoritmos, e também celebridades que já passaram por esse processo.

Com criação e direção de Guilherme Melles e direção de Gabriela Brigagão, a atração busca dar voz aos canceladores mas também aos cancelados, como Lumena Aleluia, ex BBB que foi criticada pelo público após atitudes que tomou na casa mais vigiada do Brasil, a influenciadora e empresária Bianca Andrade, também conhecida como Boca Rosa, que perdeu milhares de seguidores quando fez declarações polêmicas sobre feminismo durante sua participação no BBB 20 e Hosana, maquiadora e youtuber que se tornou um meme ao cometer um erro geográfico em um protesto contra as queimadas na Amazônia. Além de famosos, o filme investiga a aplicação do termo na política, contando com depoimentos de Kim Kataguiri e Sâmia Bomfim. O documentário ainda conta com as participações de Leo Dias, Rafinha Bastos, Ana Paula Passarelli, Christian Dunker, Jojoca, Andrew Keen, Carlos Alberto Simões, Leandro Narloch e Vera Iaconelli .

“É muito difícil se assumir um cancelador. Esse foi um dos maiores desafios do filme, encontrar pessoas dispostas a olharem pra câmera e dizerem: sim, eu sou um cancelador. E devo começar por mim: eu sou um cancelador. Já fui mais, venho aprendendo a ser menos…O desafio que eu e a Gabriela Brigagão, que dirigimos o filme, nos propusemos foi o de entender se nosso jeito de viver hoje, somado ao uso frenético das redes sociais, está nos deixando piores ao julgar e criticar. O filme traz cancelados famosos e anônimos, psicólogos, filósofos, fofoqueiros, estudiosos da cultura digital para tentarmos entender como chegamos aqui e se há um caminho para sair dessa situação. E um spoiler: na busca pelos canceladores, descobrimos que todos os somos”, comenta Guilherme Melles.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here