O INDIE vai dar uma segunda chance para que os espectadores possam assistir alguns dos destaques da última edição, realizada online em novembro do ano passado. O festival promove de 25 de junho a 4 de julho, no site, a exibição de nove longas, de seis países, além de 12 curtas internacionais e nacionais. Aliás, a cada dia, um filme da programação ficará disponível online e o espectador terá 24 horas para assisti-lo. No último dia, em 4 de julho, a programação é, certamente, dedicada aos curtas que ficarão disponíveis durante todo o dia.

A programação traz filmes da mostra competitiva, inclusive o ganhador de Melhor Filme, o mexicano Sanctorum, de Joshua Gil, além de outros filmes do cinema latino como o argentino Edição Ilimitada e o cubano Agosto, de Armando Capó. Do cinema asiático tem Lost Lotus, de Liu Shu; Love Poem, de Wang Xiaozhen, e o documentário Zero, de Kazuhiro Soda.

Na sessão Première, o público poderá conferir PJ Harvey: Um Cão Chamado Dinheiro, documentário do diretor inglês Seamus Murphy, e o filme japonês Perfil de uma mulher, de Koji Fukada. Completa a programação de longas o filme O ato indizível, da retrospectiva dedicada ao diretor americano Dan Sallitt. O dia dedicado aos curtas traz obras de diretores como Jennifer Reeder, Apichatpong Weerasethakul, Dan Sallitt, Rodolfo Magalhães, entre outros.

Todas as sessões são gratuitas e começam a contar à meia-noite, basta acessar o site do festival, que ainda traz disponíveis dois filmes acessíveis com LIBRAS, audiodescrição e legenda descritiva.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here