A Supo Mungam Plus traz para o seu catálogo, nesta primeira quinzena de junho, quatro longas contemporâneos e um clássico. Entre eles, o terror cult feminista “A Bruxa do Amor” (2016) de Anna Biller, que recria o universo dos thrillers dos anos 60 e 70, e “Juventude” (2019) de Lula Ali Ismaïl, primeiro filme de ficção da história do Djibouti, país do nordeste africano, ambos inéditos no Brasil.

Completa a lista das estreias desta primeira quinzena, o clássico lituano “Adão quer ser um Homem”, de Vytautas Žalakevičius (1959), o premiado documentário mexicano Tempestade (2016), de Tatiana Huezo (2016) e o sueco “O Reencontro (2013), de Anna Odell, que recebeu o Prêmio da Crítica no Festival de Veneza.

As estreias na Supo Mungam Plus acontecem todas as sextas-feiras do mês. Disponível para todo Brasil e focada em cinema independente e de arte, a plataforma é uma janela cinematográfica virtual para diversas histórias e culturas, lançando filmes inéditos, clássicos restaurados, obras cults e joias do cinema mundial.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here