A 1ª edição do Festival Verde tem o intuito de promover a conscientização sobre a sustentabilidade e a conservação do meio ambiente, principalmente na região amazônica.

O vento acontece no dia 7 de agosto, a partir das 16h, com painéis de debates, com a participação de influenciadores digitais paraenses, além de shows de Joelma, Lia Sophia e Thiago Costa. A programação será totalmente online e poderá ser acompanhada, gratuitamente, pelo site.

De acordo com Will Junior, produtor do evento, um dos principais objetivos do Festival é poder estimular tanto a discussão de boas práticas ambientais quanto a valorização da cultura da região. “Temos um compromisso ambiental alinhado também à música brasileira. Por isso, pensamos a programação de forma que abrangesse artistas regionais e nacionais, com forte ligação com o público local, além da promoção de bate-papos com temáticas importantes ao desenvolvimento sustentável”, afirma.

O Festival Verde será apresentado pela cantora Juliana Sinimbú e terá início com três painéis de debates: moda e consumo consciente, com as influenciadoras Layse Sinatra e Larissa Couto; hábitos sustentáveis, com Luly Mendonça e Trisha Guimarães, criadora do perfil @acasacomoelae; e, por último, um bate-papo sobre decoração sustentável com o arquiteto Manoel Netto e, novamente, Trisha Guimarães.

Em seguida, o Festival Verde traz as apresentações musicais da programação. A primeira a subir ao palco será Joelma, que promete cantar os maiores sucessos de sua carreira. Logo após será a vez de Lia Sophia, que apresentará seu novo trabalho, o álbum “Eletrocarimbó” com faixas inéditas e remixes de canções já conhecidas do público. Por fim, a noite contará com o show do sertanejo Thiago Costa.

Para Alessandra Fonseca, diretora de Comunicação da Hydro na América do Sul, o Festival Verde é um espaço para debater a sustentabilidade no dia a dia. “Acreditamos na importância de incentivar projetos que busquem valorizar a cultura local e entendemos que a música e o meio ambiente desempenham um papel de destaque na identidade do Pará”, comenta.

Além disso, no site , o público ainda encontrará testes educativos, dicas de sustentabilidade e mais informações sobre o evento e suas atrações. O evento é uma produção da Embrasesc, com o patrocínio da Hydro e da Albras, por meio da Lei de Incentivo à Cultura da Secretaria Especial da Cultura e do Ministério do Turismo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here